Teófilo de Barros Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Teófilo de Barros Filho (? - 7 de julho de 1969) foi um radialista, roteirista e cineasta brasileiro.

Foi um dos roteiristas (em parceria com Giuseppe Artidoro Ghiaroni, autor da novela homônima de maior sucesso da Rádio Nacional[1]) e o diretor do filme Mãe de 1948[2][3][4] e diretor da Rádio "Jornal do Comércio".[5] Autor da obra "Fibra de herói" de 1942.[6] Hino composto para um programa de rádio e, depois de gravado, oficialmente adotado nas escolas públicas da Guanabara e outros estados da federação em arranjos para duas e três vozes. O hino é também executado por bandas de música, inclusive nas paradas militares.

Faleceu em julho de 1969.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • IMDb The Internet Movie Database
Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.