Tecido linfático associado ao intestino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Para a enzima galactosa-1-fosfato uridiltransferase ver GALT (enzima).

O tecido linfático associado ao intestino ou GALT (do inglês gut-associated lymphoid tissue) é uma denominação normalmente dada ao tecido imunitário do trato gastrointestinal. Protege o corpo duma invasão microbiana procedente do intestino.[1] O GALT é um exemplo de tecido linfoide associado às mucosas (MALT).

Estrutura[editar | editar código-fonte]

O tecido linfoide do trato gastrointestinal compreende os seguintes elementos:

Função[editar | editar código-fonte]

O tracto digestivo é um importante componente do sistema imunitário do corpo. De facto, o intestino possui a maior massa de tecido linfático do corpo humano.[2] O GALT é constituído por vários tipos de tecido linfático que armazena células imunitárias, como linfócitos T e B, que nos defendem dos patogénicos.

Novas investigações indicam que o GALT pode ser um sítio importante de actividade do VIH, mesmo após os tratamentos reduzirem em muito a recontagem de VIH no sangue periférico.[3][4]

Galería de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Janeway, CA Jr.; et al. (2001). «The mucosal immune system». Immunobiology. New York: Garland Science. 10-13. ISBN 0-8153-3642-X 
  2. Salminen S, Bouley C, Boutron-Ruault MC; et al. (1998). «Functional food science and gastrointestinal physiology and function». British Journal of Nutrition. 80 (S1): S147-S171. doi:10.1079/BJN19980108 
  3. Moraima Guadalupe,1 Sumathi Sankaran,1 Michael D. George,1 Elizabeth Reay,1 David Verhoeven,1 Barbara L. Shacklett,1 Jason Flamm,4 Jacob Wegelin,3 Thomas Prindiville,2 and Satya Dandekar.
  4. Anton PA, Mitsuyasu RT, Deeks SG, Scadden DT, Wagner B, Huang C, Macken C, Richman DD, Christopherson C, Borellini F, Lazar R, Hege KM.

Ver também[editar | editar código-fonte]