Televisão interativa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A televisão interativa (também conhecida como a ITV ou iTV) é uma forma de convergência de mídia, onde se adiciona serviços de dados à tecnologia de televisão tradicional]. Ao longo da sua história, estes incluem a entrega de conteúdo sob demanda, bem como novos usos, como compras on-line, bancos e assim por diante. A TV interativa é um exemplo concreto de como as novas tecnologias da informação podem ser integradas verticalmente (em tecnologias estabelecidas e estruturas comerciais) em vez de lateralmente (criando novas oportunidades de produção fora das estruturas comerciais existentes, por exemplo, a world wide web).[1]

Estágio atual no Brasil[editar | editar código-fonte]

Em 2010 uma série de aplicações interativas foram desenvolvidas por empresas brasileiras e distribuídas pelas emissoras que já contam com a infra-estrutura necessária. Dentre estas destacaram-se as relacionadas com a Copa do Mundo de 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Guia explicativo da TV Digital Interativa no Brasil

Referências

  1. Kim, Pyungho (1999). «A Story Of Failed Technology: Deconstructing Interactive TV Networks». Javnost-The Public. 6 (3): 87