Tentativa de golpe de Estado no Ceilão em 1962

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A tentativa de golpe de Estado no Ceilão de 1962 (também conhecido como Golpe dos Coronéis) foi um golpe militar fracassado planejado no Ceilão (Sri Lanka). Vários altos oficiais militares e políticos de elite planejaram derrubar o governo da primeira-ministra Sirimavo Bandaranaike [1] durante a noite de 27 de janeiro de 1962. No entanto, os principais líderes foram presos antes do golpe ser realizado. [2] A tentativa de golpe, que teve o apoio de vários ex-estadistas, [3][4] trouxe à tona o conflito entre as elites entrincheiradas e as novas elites emergentes no Sri Lanka pós-independência. [5]

Referências

  1. «How the British press saw Mrs Bandaranaike». The Sunday Times. 22 de outubro de 2000 
  2. «The Kataragama factor and the 1962 coup». The Sunday Times. 13 de agosto de 2000 
  3. Perera, K.K.S. (29 de janeiro de 2012). «Two Prime Ministers and the Governor General – did they have a role?». The Sunday Times 
  4. J R Jayawardene of Sri Lanka. A Political Biography Volume II: From 1956 to His Retirement by de Silva, K M; Wriggins, Howard, pp.114-116 (Leo Cooper) ISBN 9780850524307
  5. Balachandran, P. K. (1 de Junho de 2006). «Significance of the abortive 1962 military coup». The Daily News (Sri Lanka)