Tiribazo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Tiribazo, sátrapa do Império Aquemênida, morto em 360 a.C..

Biografia[editar | editar código-fonte]

Tiribazo foi sátrapa da Armênia e depois de Sardes. Em 392 a.C., quando estava nesse segundo cargo, forneceu, secretamente, apoio financeiro para a frota espartana, por estar convencido que Atenas representava uma ameaça para os persas, no Mar Egeu.

Quando o rei Artaxerxes III descobriu o que ele fizera, destituiu-o de seu posto, substituindo-o por Estrutas, que passou a praticar uma política antiespartana. Porém, cinco anos depois,em 387 a.C., durante a guerra contra os cadúsios, ele recuperou seu cargo, e aproximou-se do espartano Antálcidas, com quem negociou uma aliança.

Tiribazo caiu em desgraça ao envolver-se numa conspiração palaciana, sendo preso e executado.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Bowder, Diana - "Quem foi quem na Grécia Antiga", São Paulo, Art Editora/Círculo do Livro S/A, s/d


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.