Tomás II de Saboia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tomás II de Saboia, filho da numerosa família de Tomás I de Saboia e da sua mulher Margarida de Genebra, nasceu em 1253 e morreu 7 Fev 1259. Está enterrado na Catedral de Aosta.

Primeiro Cônego de Lausana 1224/27, Preboste de Valença e 1227, e cônego na Catedral de Leão, deixa as funções religiosas em 1233 para se preparar à herança do seu irmão mais velho Amadeu IV de Saboia por este não ter na altura um filho varão, mas assim quebra a sequência da dinastia prevista para o seu outro irmão mais velho Aymon.

Obtém o título de Conde de Flandres em sequência do seu casamento com a sua primeira mulher Joana de Flandres mas volta à França depois da sua morte. O seu irmão, Amadeu, tinha-o entretanto nomeado Conde de Piemonte em 1247 enquanto que se reservava a soberania desse mesmo território. Tomás sucede-lhe em 1253 com o título de Tomás II de Saboia como regente do seu sobrinho Bonifácio de Saboia, posto que ocupa conjuntamente com o de tutela com a mãe do infante.

Casado uma primeira vez sem a dispensa Papal até porque Joana de Flandres era a viúva do Infante Dam Fernando de Portugal - filho de D. Sancho I, volta a casar-se, desta vez com Beatriz Fieschi.

Destes dois casamentos assinalam-se os nomes de :

  • Tomás de Saboia (1252 - †1282)
  • Amadeu de Saboia (1283 - †1323) que viria a ser Amadeu V de Saboia
  • Condessa de Saboia e Senhora de Vaud e de Nyon (ambos na Suíça), e
  • Eleonora de Saboia.

Referências

Precedido por
Como tutor de Bonifácio
Tomás II de Saboia
Coat of arms of the House of Savoy (early).svg

Tomás de Saboia enquanto que tutor de Bonifácio não é verdadeiramente considerado como conde de Saboia, mesmo se usou o título.

1268 - 1285
Sucedido por
Bonifácio