Trombo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Tromba (desambiguação).


Trombo
Diagrama de um trombo (coágulo sanguíneo) que bloqueou uma válvula de vaso sanguíneo
Especialidade Cirurgia vascular
Classificação e recursos externos
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 
Animação da formação de um trombo oclusivo numa veia: algumas plaquetas ligam-se às pregas da válvula da veia, apertando a abertura e fazendo com que mais plaquetas e glóbulos vermelhos se agreguem e coagulem. A coagulação do sangue não movimentado, em ambos os lados do bloqueio, pode propagar um coágulo em ambos os sentidos.

Trombo é solidificação dos constituintes normais do sangue, dentro do sistema cardiovascular, no animal vivo, limitando o fluxo normal do sangue. O processo de formação dessa massa sólida é chamado trombose e deve ser diferenciado da coagulação extravascular (hemostasia) e da coagulação post mortem. [1][2] Trombos ocorrem mediante agregação plaquetária, diferentemente da coagulação sanguínea, que ocorre pela formação de polímeros de fibrinogênio (fibrina).

São considerados três tipos de trombo: trombo hemostático, trombo venoso e trombo arterial. As proteínas envolvidas na sua formação se produzem no fígado humano e são encontradas em todo o sangue.

O primeiro é fisiológico e os dois seguintes são patológicos.

Em seres humanos, trombos podem formar-se em consequência de cirurgias, uso de válvula cardíaca artificial, mudanças no(s) vaso(s) sanguíneos, deficiência de coagulação do sangue (congênita ou por doenças).

Entre os fatores que favorecem a ocorrência de trombose, incluem-se:

Referências

  1. Alterações Circulatórias: trombose. Patologia em Hipertexto. UFMG.
  2. Trombose: conhecer fatores de risco e agir rápido previnem complicações. Por Cristina Almeida. VivaBem. UOL, 2 de junho de 2020.


Ícone de esboço Este artigo sobre patologia é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.