Um Herói de Quinze Anos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Un Capitaine de Quinze Ans
Um Herói de Quinze Anos (PT)
Um Capitão de Quinze Anos (BR)
'Dick Sand, A Captain at Fifteen' by Henri Meyer 001.jpg
Autor(es) Júlio Verne
Idioma Francês
País Flag of France.svg França
Gênero Romance de Aventuras
Série As viagens extraordinárias (17º)
Ilustrador Henri Meyer
Formato Livro
Lançamento 1877
Cronologia
As Índias Negras
Les cinq cents millions de la Bégum

Um Herói de Quinze Anos ou Um Capitão de Quinze Anos (francês: Un Capitaine de Quinze Ans) é um romance do escritor francês Júlio Verne. Escrito em 1878, debate a questão da escravidão e, principalmente, do tráfico de africanos por outros africanos.

Temas abordados[editar | editar código-fonte]

São abordados diversos temas como:

  • O crescimento prematuro - o herói, Dick Sand, um jovem de quinze, deve assumir o controlo de um navio após o desaparecimento do capitão e levá-lo a bom porto.
  • Descobertas entomológicas - o primo Benedict é entomólogo de profissão e não perde nenhum momento em enriquecer a sua coleção de novos espécimes e de os estudar.
  • Escravatura - pelo sentido do livro tudo indica que Júlio Verne é contra a escravatura, sendo um sentimento partilhado pela personagem principal e por todas as personagens de bem que figuram no livro.
  • Vingança

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O Peregrino, navio baleiro americano, depois de não conseguir concluir o seu carregamento de óleo de baleia, sai da Nova Zelândia rumo a São Francisco. Encontram-se a bordo o Capitão Hull, a sua pequena tripulação, um cozinheiro negro (Negoro) empregado quando se encontravam na Nova Zelândia, que mais tarde revelará ter uma sede de vingança e maldade, e um praticante, Ricardo Sand, rapaz de quinze anos que, depois de uma tentativa desastrosa de completar o carregamento de óleo de baleia, fica a comandar o navio. A mulher do proprietário do navio, Mrs. Weldon, e seu filho, Jacques, Nã, a escrava, e o sobrinho entomologista Benedito (personagem distraída que daria tudo pela sua coleção de insetos, dando um caráter cómico à personagem) desejavam voltar aos Estados Unidos. Em substituição dos marujos mortos na caça à baleia, Tomás e seus quatro filhos, encontrados pouco tempo antes pelo capitão Hull aprenderão a fazer o trabalho de marinhagem. Todos eles são inexperientes, mas a inteligência e a coragem de Ricardo levarão a tarefa a bom termo. Depois de enfrentar tempestades e tormentas em alto-mar, essas pessoas terminarão na África. Ali eles se separam de Negoro que fez com que eles chegassem na África, e encontram a Harris, que diz que estão nos pampas bolivianos, e diz levar eles a uma fazenda, e está levando eles para serem vendidos como escravos, Tomás e seus filhos, são vendidos como escravos.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Um Herói de Quinze Anos
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.