Vicente Mejía Colindres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vicente Mejía Colindres

Vicente Colindres Mejía (1878-1966) foi presidente de Honduras entre 16 de setembro e 5 de outubro de 1919, e novamente entre 1 de fevereiro de 1929 e 1 de fevereiro de 1933. O inicio de sua presidência foi atenuado pelos efeitos da depressão econômica de 1929.[1] Ele fora democraticamente eleito nas eleições de 1928, que registaram uma transferência de poder praticamente pacífica sem precedentes de um partido de oposição para outro,[1] e o mesmo deveria ocorrer em 1932, quando seu candidato rival nas eleições presidenciais, Tiburcio Carías Andino, venceu e o sucedeu.[2] Faleceu em 24 de agosto de 1966 em Tegucigalpa, Honduras.

Cargos políticos


Precedido por
Salvador Aguirre
Acting
Presidente de Honduras
1919–1919
Sucedido por
Francisco Bográn
Acting
Precedido por
Miguel Paz Barahona
Presidente de Honduras
1929–1933
Sucedido por
Tiburcio Carías Andino

Referências

  1. a b Haggerty, Ricahrd and Millet, Richard (1993). «Chapter 1 - Historical Setting: Banana Boats and Gunboats: The rise of United States Influence: The Restoration of Order, 1925-31». In: Merrill, Tim. A Country Study: Honduras. [S.l.]: Federal Research Division, Library of Congress. pp. 58–59 
  2. Mejía Colindres, Vicente (1878-1966) MCNBiografias.com