Vyakarana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vyakarana é a tradição do estudo da gramática sânscrita e é uma das seis Vedangas ou disciplinas obrigatórias para o estudo dos Vedas.

O trabalho mais famoso é o Astadhyayi, escrito pelo sábio Panini, há melo menos 2.500 anos, ainda na Era Védica, fundamentado em textos ainda mais antigos e ancestrais como os de Sakatayana e Yaksa.

A necessidade de uma análise lingüística e gramatical extremamente precisa é fundamental para uma interpretação estrita da maior parte dos textos Védicos, especialmente o Brahma-sutra.

A tradição considera que o debate é fundamental no estudo gramatical, pois com o debate a dinâmica se transforma em semântica, uma vez que a liguagem é dinamicamente criada e que portanto o significado exato da palavra pode ser impreciso, impróprio ou inconclusivo, precisando ser restabelecido continuamente para a exatidão do pensamento.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • A Reader on the Sanskrit Grammarians - Frits Staal- Massachusetts Institute of Technology (1972), re-impressão de Motilal Banarsidass, Delhi (1985), ISBN 81-208-0029-X.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Hinduísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.