Zezé Botelho Egas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Zezé Botelho Egas
Morte 1973
Ocupação pintor, escultor

Maria José de Arruda Botelho Egas (?-1973), mais conhecida como Zezé Botelho Egas, foi uma pintora, escultora, restauradora e miniaturista brasileira.[1] Ao lado do artista carioca Pedro Bruno (1888-1949), Zezé Egas faz parte de um grupo de artistas que no final do século XIX e início do XX, representava personagens negros de forma atrelada ao passado escravista.[2]

Sua obra mais reconhecida é "Escravo com Gargalheira", uma escultura em bronze, pedra e ferro, criada em 1936.[3] Nos anos de 1943 e 1944, participou do Salão Paulista de Belas Artes com as artistas Fayga Ostrower e Georgina de Albuquerque na Galeria Prestes Maia, em São Paulo.[4][5]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de Álvaro Carlos de Arruda Botelho e Maria de Arruda Botelho.[6]

Exposições[editar | editar código-fonte]

Referências