Zhetysu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa da região de Zhetysu em 1900.
O Rio Ili e os principais afluentes o Lago Balcache cruzam a região de Zhetysu.

A parte sudeste do atual Cazaquistão era conhecida Zhetysu, que significa "sete rios" em cazaque, o nome russo é Semirechye, que tem o mesmo significado. A razão para o nome decorre de numerosos rios que provém das encostas da Cordilheira Tian Shan e das Montanhas Dzungarski Alatau.

Os vales férteis da região tem sido habitados há milênios, o que explica a existência de vários sítios de importância arqueológica. A região já foi parte da Rota da Seda, o que trouxe um grande desenvolvimento para a região. Foi nessa região que surgiu o Canato Cazaque.

Nessa região está localizado o pico mais alto no Cazaquistão, o Khan-Tengri, com 6.995 m acima do nível do mar.

O Lago Balcache demarca o limite noroeste da região e o Lago Alakol o limite nordeste, ao sul a região é delimitada pela Cordilheira Tian Shan, ao leste o limite são as Montanhas Dzungarski Alatau e as Montanhas Ketmen, ao oeste o limite é o Rio Chu.

A maior hidrovia no sudeste do Cazaquistão é o Rio Ili, que alimenta o Lago Balcache. Em meados do Século XX, a Usina Hidrelétrica de Kapshagai foi construída no Ili. Outros rios importantes da região são o Rio Karatal, o Rio Aksu e o Rio Lepsy, que também são afluentes do Lago Balcache.

A principal cidade da região é Almaty, que foi da antiga capital do Cazaquistão.[1]

Referências

  1. ZHETYSU - THE LAND OF SEVEN RIVERS AND HUNDRED MOUNTAIN, em inglês, acesso em 22 de fevereiro de 2015.