Zona secundária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

No Brasil, a zona secundária compreende a parte do território aduaneiro não considerada como zona primária, nela incluídas as águas territoriais e o espaço aéreo.[1]

Ou seja, o território aduaneiro, que abrange todo o território nacional é dividido em duas partes: a zona primária (portos, aeroportos e pontos de fronteira alfandegados) e a zona secundária (restante do território).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Decreto nº 6.759/09, art. 3º, II