Spellbound (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Spellbound
A casa encantada (PT)
Quando fala o coração (BR)
 Estados Unidos
1945 • p&b • 111 min 
Direção Alfred Hitchcock
Roteiro Hilary St. George Sanders / John Palmer
Elenco Ingrid Bergman
Gregory Peck
Michael Chekhov
Leo G. Carroll
Género suspense
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Spellbound (br: Quando fala o coração / pt: A casa encantada) é um filme estadunidense de 1945, do gênero suspense, dirigido por Alfred Hitchcock.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Psiquiatra chega ao hospital que irá chefiar, e lá começa a fazer descobertas sobre si mesmo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Gregory Peck .... John Ballantine, também chamado Dr. Anthony Edwardes, 'J.B.' e John Brown
  • Ingrid Bergman .... Dra. Constance Petersen
  • Michael Chekhov .... Dr. Alexander Brulov ('Alex')
  • Leo G. Carroll .... Dr. Murchison
  • Rhonda Fleming .... Mary Carmichael
  • John Emery .... Dr. Fleurot
  • Norman Lloyd .... Sr. Garmes
  • Bill Goodwin .... detetive
  • Steven Geray .... Dr. Graff
  • Donald Curtis .... Harry
  • Jean Acker

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Oscar 1946 (EUA)

Prêmio NYFCC 1946 (New York Film Critics Circle Awards, EUA)

  • Ingrid Bergman recebeu o prêmio na categoria de melhor atriz.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Aos quarenta minutos após início do filme, Hitchcock sai do elevador do Empire Hotel carregando um estojo de violino e fumando um cigarro.
  • A neve que cai sobre John Ballentine e Dra. Peterson, na cena em que eles esquiam, era na verdade feita de flocos de milho.
  • Foi o primeiro filme hollywoodiano a tratar sobre psicanálise.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]