Stardust (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stardust
Stardust - O Mistério da Estrela Cadente (PT)
Stardust - O Mistério da Estrela (BR)
 Reino Unido
 Estados Unidos

2007 • cor • 186 min 
Direção Matthew Vaughn
Produção Neil Gaiman
Matthew Vaughn
Lorenzo di Bonaventura
Michael Dreyer
Roteiro Neil Gaiman
Jane Goldman
Baseado em Stardust de Neil Gaiman
Elenco Robert De Niro
Michelle Pfeiffer
Claire Danes
Charlie Cox
Sienna Miller
Jason Flemyng
Mark Strong
Rupert Everett
Peter O'Toole
Gênero Fantasia
Aventura
Romance
Idioma inglês
Música Ilan Eshkeri
Cinematografia Ben Davis
Edição Jon Harris
Estúdio Marv Films
Ingenious Film Partners
Distribuição Paramount Pictures
Lançamento Estados Unidos 10 de agosto de 2007
Orçamento US$ 88,5 mil
Receita US$ 135,5 milhões
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Stardust (Stardust - O Mistério da Estrela (título no Brasil) ou Stardust - O Mistério da Estrela Cadente (título em Portugal)) é um filme britânico-americano de 2007 dirigido por Matthew Vaughn. O filme é baseado na novela de Neil Gaiman (autor de Sandman) de mesmo nome, ilustrada por Charles Vess e originalmente publicada por DC Comics. O filme conta com um elenco que inclui Claire Danes, Robert De Niro, Michelle Pfeiffer, Charlie Cox, Sienna Miller, Rupert Everett, Nathaniel Parker, Peter O'Toole, David Kelly, e Mark Heap. A narração ficou a cargo de Sir Ian McKellen.

Trata-se da saga de um jovem rapaz que, ao prometer trazer para sua amada uma estrela cadente, envolve-se em muitas aventuras, já que para cumprir o que disse, precisa atravessar um reino mágico com bruxas, muitos feitiços e personagens fantásticas.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Conta a história de um balconista Tristan que não tinha nenhuma ambição na vida a não ser conquistar o coração da bela Victória, que nada sente por ele. Em uma noite, uma estrela cadente surge nos céus e ele promete ir buscá-la para dar de presente à amada, como prova do que sente. Porém, para isso, ele terá que atravessar uma grande muralha protegida por um incansável sentinela. Do outro lado do muro, Tristan irá conhecer um mundo novo e encantado, que ele nunca imaginou, Stormhold.

Ele com o poder da vela da Babilônia logo encontra a estrela e percebe que na realidade ela é uma mulher chamada Yvaine. Ao saber da presença dela, a cruel bruxa Lamia passa a caça-la atrás do coração de uma estrela que dá imortalidade a quem possuir. Tristan e Yvaine também tem que fugir dos príncipes de Stormhold que precisam encontrar o colar que Yvaine usa, um rubi que o último rei arremessou para o céu e fez com que a estrela caísse.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Selecção[editar | editar código-fonte]

A novela gráfica de 1998 Stardust por Neil Gaiman foi primeiramente selecionada para ser adaptada para filme pela Miramax em 1998-9. De acordo com Gaiman, o filme "passou por um período de desenvolvimento insatisfatório", e ele recuperou os direitos do filme quando expiraram.[1] Mais tarde negociações sobre uma versão cinematográfica de Stardust foram iniciadas entre Gaiman, o realizador Terry Gilliam e Matthew Vaughn. Quando Gilliam suspendeu o projecto devido ao seu envolvimento com The Brothers Grimm, Vaughn também teve de fazer uma pausa para realizar Layer Cake. Gaiman e Vaughn voltam a falar sobre o assunto após o realizador ter desistido de X-Men: The Last Stand e em Janeiro de 2005, Vaughn adquiriu a opção para desenvolver a versão cinematográfica.[2] Em Outubro de 2005, o realizador entrou em negociações avançadas com a Paramount Pictures para realizar e produzir Stardust com um orçamento estimado de 70 milhões de dólares.[3]

Argumento[editar | editar código-fonte]

O argumento adaptado foi escrito por Vaughn e a argumentista Jane Goldman. Quando questionado sobre como o livro tinha inspirado a sua visão para o filme, ele disse que queria "fazer uma combinação de Princess Bride com Midnight Run."[4] Um dos problemas na adaptação da novela foi a sua natureza rude e obscura: um conto de fadas para adultos em que o sexo e violência são apresentados em quantidades fenomenais. Como resultado da adaptação a versão para cinema tem mais humor e trocadilhos, com a aprovação de Gaiman do trabalho de Jane Goldman and Matthew Vaughn. Gaiman não queria que as pessoas fossem ao cinema ver um filme que tentasse ser uma cópia fiel de Stardust e falhasse. [5] Depois de criar a versão audiobook da novela, Gaiman precebeu que tinha 10 horas e meia de material no livro. Isto levou-o a compreender que o filme teria de ser uma versão resumida da novela, deixando de fora partes da obra. Preocupações com o orçamento também foram relevantes na adaptação mesmo com o nível tecnológico de 2006.[1]

Vaughn e Goldman decidiram que as bruxas precisavam de ter nomes (no livro eram identificadas colectivamente como Lilim); as suas referências aos clássicos incluem referências a The Books of Magic (Empusa) e Neverwhere (Lamia).[6]

Escolha do elenco[editar | editar código-fonte]

Em março de 2006, os atores Robert De Niro, Michelle Pfeiffer, Claire Danes, Charlie Cox, e Sienna Miller entraram no projecto Stardust, cuja produção começou no Reino Unido e Islândia em Abril de 2006, com a maioria das filmagens a decorrerem no Reino Unido. [7] Vaughn escolheu pessoalmente Danes, Cox e Pfeiffer. Pretendia que o papel de Capitão Shakespeare fosse interpretado por De Niro ou Jack Nicholson. Stephen Fry também foi sondado como um possível Shakespeare, mas Vaughn eventualmente escolheu De Niro. [8] O papel de Yvaine foi oferecido a Sarah Michelle Gellar mas ela recusou para poder passar mais tempo com o seu marido, Freddie Prinze Jr..[9]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Stardust tem recepção favorável pela crítica profissional. Com o Tomatometer de 76% em base de 186 avaliações, o Rotten Tomatoes chegou ao consenso: "A interpretação fiel que capta o espírito do capricho, ação e humor fora de ordem de Neil Gaiman, Stardust manipula vários gêneros e tons para criar uma experiência fantástica".[10]

Referências

  1. a b Brooke Tarnoff. Neil Gaiman, Stardust Interview UGO: Underground Online. Página visitada em 29-4-2007.
  2. Adam Dawtrey (16 de janeiro de 2005). Vaughn pushes ahead with 'U.N.C.L.E.' feature Variety.. Página visitada em 29-4-2007.
  3. 'Stardust' Author Neil Gaiman Tells Why He Turns Down Most Adaptations — But Not This One MTV (10 de agosto de 2007). Página visitada em 14-2-2008.
  4. Exclusive: Stardust Director Matthew Vaughn
  5. Anthony Breznican (30 de julho de 2007). Storyteller Gaiman wishes upon a star. Página visitada em 27-9-2007.
  6. Neil Gaiman's Journal: abril de 2006
  7. Michael Fleming (6 de março de 2006). A sprinkling of 'Stardust' Variety.. Página visitada em 29-4-2007.
  8. Damon Wise (29 de setembro de 2007). Stardust is a fairytale like no other The Times.. Página visitada em 29-9-2007.
  9. Sarah Michelle Gellar Turned Down 'Stardust' Role For Her Husband. Página visitada em 28-1-2008.
  10. Stardust - Rotten Tomatoes (em inglês). Página visitada em 30 de novembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]