Écles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Écles (Óicles), na mitologia grega, foi um rei de Argos, na época em que a cidade tinha três reis, um descendente de Preto e dois descendentes dos irmãos Melampo e Bias.

A divisão de Argos ocorreu porque as três filhas de Preto, Lysippe, Iphinoe e Iphianassa, ficaram loucas, e foram curadas por Melampo, o adivinho, que cobrou um terço do reino para si e outro terço para seu irmão Bias.[1][Nota 1]

Melampo se casou com Iphianeira, filha de Megapente, teve dois filhos, Abas e Antiphates, e uma filha, Manto.[2]

Écles era filho de Antiphates, filho do adivinho Melampo.[3]

Antiphates, foi o pai de Anfiarau.[3]

Notas e referências

Notas

  1. Segundo outras versões, a divisão ocorreu durante o reinado de Anaxágoras, filho de Megapente, e as princesas loucas eram filhas de Megapente, filho de Preto.

Referências

  1. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 2.2.2 [em linha]
  2. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro IV, 68.4 [ael/fr][en][en]
  3. a b Homero, Odisseia, Livro XV, 238-255 [em linha]