14 Andromedae b

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
14 Andromedae b
Exoplaneta Lista de exoplanetas
14 And b rv.pdf
Mudanças da velocidade radial com o tempo de 14 Andromedae provocadas pela órbita de 14 Andromedae b.
Estrela mãe
Estrela 14 Andromedae
Constelação Andrômeda
Ascensão reta 23h 31m 17,41s[1]
Declinação +39° 14′ 10,3″[1]
Magnitude aparente 5,22
Distância 258 ± 6[1] anos-luz
79 ± 2[1] pc
Tipo espectral K0III
Elementos orbitais
Semieixo maior 0,83 UA
Periastro 0,82 UA
Apoastro 0,84 UA
Excentricidade 0[2]
Período orbital 185,84 ± 0,23[2]
Características físicas
Massa 5,33 ± 0,57[2] MJ
Descoberta
Data da descoberta 3 de julho de 2008
Descobridores Sato et al[3]
Método de detecção Espectroscopia Doppler[3]
Estado da descoberta Publicado[3]
Outras designações
Spe, HD 221345 b

14 Andromedae b (abreviado 14 And b), também chamado Spe, é um planeta extrassolar distante da Terra aproximadamente 258 anos-luz, na constelação de Andrômeda.

O planeta tem período de 186 dias e orbita a estrela gigante 14 Andromedae a uma distância correspondente a 83% da distância entre a Terra e o Sol. Ele possui massa mínima de 4,8 vezes a massa de Júpiter. Spe orbita com uma excentricidade de 0,0094, o que significa que a distância orbital no curso de sua revolução varia em apenas 0,02 UA. Ele foi descoberto em 3 de julho de 2008 por Sato et al, que perceberam com espectroscopia Doppler a oscilação de 14 Andromedae causada pela gravidade do planeta durante a sua órbita.[3]

Em julho de 2014, a União Astronômica Internacional (UAI) lançou um processo para atribuir nomes próprios para certos planetas e suas estrelas.[4] O processo envolvia a indicação e votação públicas para os novos nomes.[5] Em dezembro de 2015, a UAI anunciou o nome “Spe” para o planeta.[6]

O nome vencedor foi baseado naquele submetido pelo Centro de Thunder Bay da Real Sociedade Astronômica do Canadá,[7] que foi “Spes”, forma latina para “esperança”. Spes era também a deusa romana para a esperança. A UAI fez a substituição pela forma ablativa “Spe”, que significa “onde há esperança”, para ficar compatível com o nome atribuído à respectiva estrela.[8]

Referências

  1. a b c d van Leeuwen, F. (2007). «Validation of the new Hipparcos reduction». Astronomy and Astrophysics. 474 (2): 653–664. Bibcode:2007A&A...474..653V. arXiv:0708.1752Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361:20078357 Vizier catalog entry
  2. a b c Ligi, R.; et al. (2012). «A new interferometric study of four exoplanet host stars : θ Cygni, 14 Andromedae, υ Andromedae and 42 Draconis». Astronomy and Astrophysics. 545. A5. Bibcode:2012A&A...545A...5L. arXiv:1208.3895Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361/201219467 
  3. a b c d Sato, Bun'ei; et al. (2008). «Planetary Companions to Evolved Intermediate-Mass Stars: 14 Andromedae, 81 Ceti, 6 Lyncis, and HD167042». Publications of the Astronomical Society of Japan. 60 (6): 1317–1326. Bibcode:2008PASJ...60.1317S. arXiv:0807.0268Acessível livremente. doi:10.1093/pasj/60.6.1317 
  4. NameExoWorlds: An IAU Worldwide Contest to Name Exoplanets and their Host Stars. IAU.org. 9/7/2014
  5. NameExoWorlds The Process
  6. Final Results of NameExoWorlds Public Vote Released, International Astronomical Union, 15/12/2015.
  7. Thunder Bay Amateur Astronomers Name a Planet
  8. NameExoWorlds The Approved Names

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Coordenadas: Sky map 23h 31m 17.4139s, +39° 14′ 10.313″