Açougue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde janeiro de 2016).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Disambig grey.svg Nota: Açougueiro redireciona para este artigo. Para o filme com Stéphane Audran, veja Le boucher. Para o chefe militar do Camboja, veja Ta Mok.
Açougue medieval

Açougue, talho, corte ou carniçaria é um estabelecimento comercial que vende carne verde, isto é, fresca, não salgada.[1]

O lugar onde se procede à matança dos animais, que posteriormente se enviam para os açougues ou talhos, onde serão cortados, ou talhados, em partes comercializáveis, são os abatedouros (termo mais usado no Brasil) ou matadouros (em Portugal).

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Açougue", segundo o Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa de José Pedro Machado, vem do árabe as-suq (سوق), que quer dizer "mercado", "feira". O primeiro registo na língua portuguesa data de 1254, na forma azougue, evoluindo depois (1269) para aaçougue e, pouco tempo depois, para o atual "açougue". Quando os portugueses tornaram a contactar com os mouros, no Norte de África, no século XV, tornaram a introduzir a palavra árabe suq no léxico da língua portuguesa, agora como zoco (mercado de cidades árabes).

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Açougue

Referências[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.
  1. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 37.