Abdelghani Mzoudi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Abdelghani Mzoudi (em árabe: عبد الغني مزودي‎; 6 de dezembro de 1972; Marrakech, Marrocos), também conhecido como Abdul Ghani Mzoudi, foi apontado como sendo um dos integrantes da Célula de Hamburgo, grupo responsável pelos Ataques de 11 de Setembro. [1]

Segundo as investigações, ele estava ciente dos objetivos, tendo dado apoio logístico ao grupo e dinheiro a seus membros. [2]

Ele foi preso em Hamburgo em outubro de 2002, mas solto em 2003 por falta de provas. [3]

Envolvimento com o terrorismo[editar | editar código-fonte]

Em 1999, ele morou em um apartamento em Hamburgo com Zakariya Essabar e Ramzi Binalshibh, dois membros da Célula de Hamburgo. Ele também teria mantido contato com Mounir Al-Motassadeq, outro integrante do grupo.

Segundo investigações, Mzoudi teria dado apoio logístico ao grupo e dinheiro a Zakariya Essabar para que este fizesse um treinamento de voo nos Estados Unidos. Também se suspeita que ele próprio tenha viajado para o Afeganistão para receber treinamento militar da Al-Qaeda.

Prisão, absolvição e deportação[editar | editar código-fonte]

Mzoudi começou a ser investigado em outubro de 2001, semanas após o atentado, e foi preso em outubro de 2002, em Hamburgo, porém solto em dezembro de 2013, após a polícia alemã receber provas que o inocentavam. Sua liberação causou protestos dos EUA. [4] [5]

Em 2002, após sua prisão, a Promotoria Pública alemã tinha dito que ele tinha sido preso após "complexas investigações e testemunhos que só vieram à tona nos últimos meses, quando ele esteve no Afeganistão".

Foi deportado para o Marrocos. [6]

Referências

  1. «Abdelghani Mzoudi». Wikipedia (em inglês). 16 de abril de 2019 
  2. «Suspeito por 11 de setembro é preso na Alemanha | BBC Brasil | BBC World Service». www.bbc.com. Consultado em 15 de maio de 2019 
  3. Welle (www.dw.com), Deutsche. «Suposto terrorista pede asilo político na Alemanha | DW | 13.12.2003». DW.COM. Consultado em 15 de maio de 2019 
  4. Welle (www.dw.com), Deutsche. «Suposto terrorista pede asilo político na Alemanha | DW | 13.12.2003». DW.COM. Consultado em 15 de maio de 2019 
  5. [http://news.bbc.co.uk/hi/spanish/international/newsid_3462000/3462169.stm «La c�lula de Hamburgo»] (em inglês). 5 de fevereiro de 2004  replacement character character in |titulo= at position 5 (ajuda)
  6. Hamburg, Hamburger Abendblatt- (10 de agosto de 2018). «Sie gehörten zur Terrorzelle des 11. September». www.abendblatt.de (em alemão). Consultado em 15 de maio de 2019