Abscesso esplênico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Abscesso esplênico é o abscesso no baço. Sua origem pode estar relacionada a episódios de bacteremia após infarto esplênico. Doenças como tuberculose, SIDA, neoplasias ou qualquer condição que leve à imunossupressão são capazes de alterar a apresentação clínica deste tipo de abscesso.[carece de fontes?]

O tratamento mais utilizado é a esplenectomia e terapia com antibióticos, embora a drenagem percutânea pode ser útil em alguns casos.

É um processo supurativo que envolve o parênquima esplênico ou o espaço subcapsular. Tem uma taxa de mortalidade superior a 47%. Possui aproximadamente 1000 relatos de casos no mundo, sendo por isso considerado raro e sendo de difícil diagnóstico.[1]

Referências

  1. Marianna Costa Pereira e colaboradores.(2008) Abscesso esplênico associado à endocardite infecciosa: relato de um caso. Escola Superior de Ciências da Saúde da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde, Brasília- DF, Brasil. Com. Ciências Saúde. 2008;19(2):181-184
Ícone de esboço Este artigo sobre doenças é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.