Acoplamento vibrónico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Chama-se acoplamento vibrónico ou acoplamento electrão-fonão à interação entre estados electrónicos e estados vibratórios (ou fonões). Também é chamado efeito pseudo-Jahn-Teller, pela sua relação conceptual com o conhecido efeito Jahn-Teller[1][2].

Este acoplamento tem consequências perceptíveis nas propriedades ópticas, magnéticas e de localização-deslocalização electrónica na molécula. Opticamente, a banda de intervalência que apresentam os compostos de valência mista torna-se mais complexa e adquire uma estrutura pelo acoplamento vibrónico[3]. Também o acoplamento magnético é afectado, se existem electrões desemparelhados no sistema. Dependendo do tipo de acoplamento vibrónico que predomine, a deslocalização electrónica pode ser intensificada o diminuída[4]

Definição[editar | editar código-fonte]

O acoplamento vibrônico descreve a mistura de estados electrónicos diferentes como um resultado de pequenas vibrações.

Modelos de acoplamento vibrónico[editar | editar código-fonte]

Foram desenvolvidos vários modelos para a descrição do acoplamento vibrónico, entre eles:

Referências

  1. Yarkony, David R (1998). «Nonadiabatic Derivative Couplings». In: Paul von Ragué Schleyer; et al. Encyclopedia of Computational Chemistry (Chichester: Wiley). ISBN 0-471-96588-X. 
  2. Azumi, T. (1977). «WHAT DOES THE TERM "VIBRONIC COUPLING" MEAN?». Photochemistry and Photobiology [S.l.: s.n.] 25: 315–326. doi:10.1111/j.1751-1097.1977.tb06918.x. 
  3. Estudo teorico do acoplamento vibronico no acido formico e consequencias para a fotodissociacao pelo Palestrante Itamar Borges Jr. e Alexandre B. Rocha, publicado pelo Instituto de Física - Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  4. Vibronic coupling por A. G. Adam em "America.pink" (2012)


Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.