Agárico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com o gênero Agaricus.
Amanita muscaria, um típico agárico.

Um agárico[1] é um tipo de esporocarpo (corpo frutífero) de um cogumelo fúngico caracterizado pela presença de um píleo que é claramente diferenciado do estipe (caule), com lamelas (brânquias) na parte inferior do píleo. Como a maioria dos espécimes de agáricos pertencem à divisão Basidiomycota, em especial à ordem Agaricaceae, o termo também pode se referir à qualquer membro desta ordem.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Em contextos arcaicos, o termo provém do latim agaricum e significa "árvore fungo"; no entanto, isso mudou com a interpretação lineana de 1753, quando Linnaeus usou o nome Agaricus genericamente para todos os cogumelos.[2]

Definições[editar | editar código-fonte]

Agáricos pode designar um tipo específico de fungo ou membros de uma determinada ordem. Em específico, refere-se a um tipo de esporocarpo de um cogumelo fúngico caracterizado pela presença de um píleo diferenciado do estipe e com lamelas na parte inferior do píleo. A maioria das espécies de agáricos estão dentro da divisão Basidiomycota, em especial na ordem Agaricales e, por conta disso, o termo é amplamente utilizando para referir à típicos membros fúngicos desta ordem.[2][3] Apesar disso, por conta de evoluções independentes, há exceções de agáricos em outras ordens como Russulales, Boletales e Hymenochaetales.[4][5]

Sistemas de classificação mais antigos tendem a classificar todos os agáricos em Agaricales e algumas fontes, principalmente as mais antigas, usam "agáricos" como o nome coletivo coloquial para os membros desta ordem. No entanto, fontes contemporâneas tendem a usar o termo "euagáricos" para se referir aos membros agáricos de Agaricales.

Referências

  1. «Micologia - Sinónimos entre Inglês e Português - versão 1.2» (PDF). dbio.uevora.pt. p. 1. Consultado em 14 de janeiro de 2018. Cópia arquivada (PDF) em 3 de março de 2016 
  2. a b «agaric» (em inglês). dictionary.com 
  3. «agárico» (em espanhol). Dicionário da Língua espanhola, Real Academia Española 
  4. Halling RE, Mueller GM (2002). Agarics and boletes of neotropical oakwoods. In: Tropical Mycology: Macromycetes (eds. Watling R, Frankland JC, Ainsworth AM, Isaac S, Robinson CH.) (PDF). [S.l.: s.n.] pp. 1–10. Consultado em 9 de janeiro de 2019. Arquivado do original (PDF) em 6 de outubro de 2014 
  5. Besl H, Bresinsky A. (1997). Chemosystematics of Suillaceae and Gomphidiaceae (suborder Suillineae). Plant Systematics and Evolution 206:223–242. (abstract)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]