Agesípolis III

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agesípolis III foi rei da cidade grega de Esparta de 219 a.C. até 215 a.C., foi o último rei da dinastia Ágida em Esparta [carece de fontes?].

Seu pai se chamava Agesípolis, e era filho de Cleômbroto II [1] , que foi rei de Esparta junto com Ágis IV, quando este exilou Leônidas II[2] .

Analistas [3] identificam Agesípolis como a criança exilada pelo tirano Licurgo, e que se tornou líder dos espartanos exilados e um aliado de Roma[4] .

Ele e Arcesilau foram enviados a Roma pelos exilados lacedemônios, mas foram capturados e mortos no mar por piratas[5] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Árvore genealógica baseada em Políbio e Plutarco:

 
 
 
Leônidas II
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Cleômenes III
 
 
 
Quilônis
 
 
 
Cleômbroto II
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Agesípolis
 
 
 
Cleômenes
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Agesípolis III


Referências

  1. Políbio, Histórias, Livro IV, 34.10
  2. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Ágis, 11.7-9
  3. William Smith, Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology, Agesipolis III
  4. Tito Lívio, Ab Urbe condita, XXXIV.26
  5. Políbio, Histórias, Livro XXIII, 6.1-2
Precedido por
Cleômenes III
seguido de República
Rei de Esparta (Ágida)
219 a.C.215 a.C.
Sucedido por
Licurgo
(usurpador)