Aiki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aiki
Nome em japonês
Shinjitai: 合気
Nome em coreano
Hanja: 合氣

Aiki (em japonês: 合氣) é um princípio dogmático das artes marciais japonesas, que descreve uma forma de abordar o contendor, em vez de pura e simplesmente opor-se a ele, harmonizar-se e usar da própria energia do oponente e canalisá-la de volta.[1] É o princípio basilar do estilo Daito-ryu, de jujutsu, e de seu descendente, aiquidô.[2][3]

O termo, formado por dois ideogramas kanji: o primeiro, «ai», significa «unir», «mesclar»; o segundo, «ki», a energia presente no corpo, isto é, em todos os corpos. Assim, o termo quer significar não somente que se devam harmonizar dois corpos, mas que essa harmonia é derivada da própria união (física) desses corpos.[3]

Referências

  1. «Principles of Aiki and Kuzushi» (em inglês). Consultado em 04.nov.2012. 
  2. Gleason, William (1995). The spiritual foundations of Aikido (em inglês) (Rochester: Destiny Books). p. 3.  Parâmetro desconhecido |sbn= ignorado (Ajuda)
  3. a b Ōmiya, Shirō (1999). The hidden roots of aikido: Aiki Jujutsu Daitoryu (em inglês) (Nova Iorque: Kodansha). p. 212. ISBN 4770023278. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre artes marciais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.