Ailurofobia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A ailurofobia (galeofobia, gatofobia, catufobia) é o medo irracional de gatos, especificamente. Indivíduos com ailurofobia sentem-se desconfortáveis na presença mesmo que distante desses animais, e freqüentemente os agridem sem qualquer motivo aparente.

Existem registros de ailurofobia bastante antigos, datados da época do antigo Egito, onde esses animais possuíam um caráter relacionado à religiosidade local.

Durante a Idade Média, os gatos chegaram a ser vítimas de inúmeras crueldades, pois devido a crendices populares, algumas pessoas acreditavam que esses animais fossem possuídos pelo diabo.

Até hoje existe uma irracional aversão aos gatos, o que tem sido a causa de constantes violações aos direitos dos animais resultando em inúmeros conflitos sociais relacionados à convivência entre vizinhos.

Entre personalidades que tinham ailurofobia estão César Augusto, Henrique III da França, Napoleão Bonaparte, Benito Mussolini e Adolf Hitler.

Ver também[editar | editar código-fonte]