Albertina Frederica de Baden-Durlach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Albertina Frederica
Duquesa de Holstein-Gottorp
Princesa de Eutin
Marquesa de Baden-Durlach
Consorte Cristiano Augusto de Holstein-Gottorp
Nascimento 3 de julho de 1682
  Castelo de Karlsburg, Durlach, Alemanha
Morte 22 de dezembro de 1755 (73 anos)
  Hamburgo, Alemanha
Filho(s) Hedvig Sofia de Holstein-Gottorp
Carlos Augusto de Holstein-Gottorp
Frederica Amália de Holstein-Gottorp
Ana de Holstein-Gottorp
Adolfo Frederico da Suécia
Frederico Augusto I de Oldemburgo
Joana Isabel de Holstein-Gottorp
Frederica Sofia de Holstein-Gottorp
Guilherme Cristiano de Holstein-Gottorp
Frederico de Holstein-Gottorp
Jorge Luís de Holstein-Gottorp
Pai Frederico VII de Baden-Durlach
Mãe Augusta Maria de Holstein-Gottorp


Albertina Frederica de Baden-Durlach (Castelo de Karlsburg, 3 de julho de 1682 - Hamburgo, 22 de dezembro de 1755) foi uma princesa alemã, marquesa de Baden-Durlach, e avó materna da imperatriz Catarina, a Grande da Rússia.

Família[editar | editar código-fonte]

Albertina era a oitava filha do marquês Frederico VII de Baden-Durlach e da duquesa Augusta Maria de Holstein-Gottorp. Os seus avós paternos eram o marquês Frederico VI de Baden-Durlach e a princesa Cristina Madalena do Palatinado-Zweibrücken. Os seus avós maternos eram o duque Frederico III de Holstein-Gottorp e a duquesa Maria Isabel da Saxónia.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Albertina casou-se com o duque Cristiano Augusto de Holstein-Gottorp no dia 2 de setembro de 1704, de quem teve onze filhos. Em 1726, o seu marido morreu e o seu filho mais velho herdou o estado de Holstein-Gottorp, mas acabaria por morrer um ano depois sem descendência, por isso o trono passou para o seu filho mais novo, o duque Adolfo Frederico que ainda era menor de idade, por isso Albertina foi sua regente. Também lhe deu os estados de Stendorf, Mönch-Neversdorf e Lenzahn para que ele tivesse uma fonte de rendimento.

Albertina descendia da família real sueca através da sua avó paterna, a condessa Cristina Madalena do Palatinado-Zweibrücken, que era irmã do rei Carlos X da Suécia e foi através dessa ligação que o seu filho Adolfo Frederico foi nomeado rei da Suécia em 1743.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Referências