Alexandre II da Macedónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alexandre II da Macedónia
'
Nascimento século IV a.C.
Morte 368 a.C.
Macedónia Antiga
Cidadania Macedónia Antiga
Progenitores
Irmão(s) Eurynoe, Filipe II da Macedónia, Menelau (filho de Amintas III), Pérdicas III da Macedónia
Ocupação soberano,
Religião religião na Grécia antiga

Alexandre II (? — 368 a.C.) rei de Macedónia de 370 a.C. a 368 a.C., após a morte do seu pai Amintas III.

Era o mais velho dos três filhos de Amintas e Eurídice. Embora já tivesse atingido a maioridade, Alexandre era muito jovem quando ascendeu ao trono. Isto causou problemas para o novo rei já que surgiram vários pretendentes ao trono contra si.

Alexandre enfrentou simultaneamente uma invasão da Ilíria do noroeste, e um ataque do lado este pelo pretendente Pausanas. Pausanas capturou rapidamente várias cidades e ameaçou a rainha-mãe que estava no palácio em Pela com os seus filhos mais novos. Alexandre derrotou os seus inimigos com a ajuda de Ifícrates, general ateniense, que havia estado a navegar a costa da Macedónia para reafirmar a colónia ateniense de Anfípolis.

Interveio numa guerra civil na Tessália, contra o tirano Alexandre de Feras[1]. Obteve o comando de Lárissa e várias cidades com sucesso, mas, traindo uma promessa que havia feito, mandou instalar guarnições nessas[2]. Isto provocou uma reacção hostil de Tebas, o poder militar predominante na Grécia na altura. O general Pelópidas neutralizou Alexandre, favorecendo as ambições do cunhado de Alexandre, Ptolomeu de Aloros, e obrigou Alexandre a abandonar a sua aliança com Atenas a favor de Tebas. Como parte desta nova aliança, Alexandre foi compelido a entregar reféns, incluindo o seu jovem irmão Filipe.

Alexandre foi assassinado durante uma festa por instigação de Ptolomeu. Ainda que o seu irmão Pérdicas se tenha convertido em rei, era menor de idade e Ptolomeu converteu-se em regente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por:
Amintas III
Rei da Macedónia
370–368 a.C.
Sucedido por:
Pérdicas III

Referências

  1. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XV, 61.3
  2. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XV, 61.5
Ícone de esboço Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.