Alfredo Reinado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alfredo Reinado
Nascimento 11 de novembro de 1968
Morte 11 de fevereiro de 2008 (39 anos)
Díli

Alfredo Alves Reinado ou Reinhado (11 de novembro de 1968Díli, 11 de fevereiro de 2008) foi um militar timorense, de patente major, e fugido à justiça desde Agosto de 2006, depois de acusado de homicídio, rebelião e posse ilegal de material de guerra. Entre 2003 e 2005, Reinado foi comandante da Polícia Militar, e recebeu treinamento das forças armadas da Austrália, de Portugal e do Brasil.

Em 11 de Fevereiro de 2008 o porta-voz governativo timorense, major Domingos da Câmara, declarou que Reinado fora morto durante um ataque coordenado à residência de José Ramos-Horta, que também foi atingido por tiros.

Reinhado entrou para a resistência timorense contra a ocupação indonésia após ter conhecido, na Austrália, nos anos 90, José Ramos-Horta. Anteriormente tinha trabalhado para as tropas indonésias.