Altmetria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
O logo original no Manifesto Altmétrico

No meio acadêmico e nos estudos de comunicação científica, Altmetria[1][2] (aportuguesamento de Altmetrics[3]) são métricas alternativas (alternative metrics) às mais tradicionais como as bibliométricas baseadas em citações, tais como o fator de impacto e o índice-h. Diferente dessas últimas, a altmetria tem como objeto de análise a disseminação científica de resultados de pesquisa no contexto das redes sociais e seus respetivos recursos, avaliando, por exemplo, menções em portais de notícias, blogs, redes sociais e gestores de referências.[1]

As citações em artigos científicos normalmente ocorrem entre cientistas (indicador bibliométrico) o que difere da menção numa rede social[4], destarte, os indicadores bibliométricos não podem ser considerados equivalentes. Também não podem ser considerados indicadores alternativos, pois medem fenômenos diferentes[5].

Apesar das controvérsias em torno do seu significado, a altmetria não pode ser considerada alternativa, mas complementar às métricas tradicionais consolidadas, pelo que uma não substitui a outra[6].

Até mesmo por medirem impactos distintos, mas que se correlacionam, até porque, isoladamente, nenhuma delas é capaz de descrever o quadro completo da comunicação científica[7]. Uma definição bastante completa é proposta por Maricato e Martins[8]:

"uma área emergente do campo de Ciência da Informação, que se ocupa do estudo, produção e uso de indicadores científicos e tecnológicos. Baseada em ferramentas que captam informações de múltiplas fontes, que ao serem socializadas em mídias e redes sociais, geram ações e interações de uma grande variedade de atores sociais e novas formas de relacionamento com objetos digitais e entre pessoas. Área que se relaciona, transversalmente, às áreas de bibliometria, cientometria e webometria, havendo como núcleo integrador a comunicação científica, mas com novos tipos de indicadores que medem um outro tipo, complementar, de citação, engajamento e impactos dos outputs acadêmicos"

O termo foi usado pela primeira vez em um tweet de Jason Priem[3] e posteriormente proposto no Manifesto Altmétrico.[9] Ainda que geralmente seja pensada como métricas de artigos, podem ser utilizadas por autores, revistas, livros, dados, apresentações, vídeos, códigos, páginas web, instituições, etc. O Manifesto consigna que não seriam o mesmo que Webometria, porém, Gouveia[2] propôs que a Altmetria seria um campo definido por estudos da Cientometría, utilizando dados da Webometria e Cibermetria. Uma das vantagens atribuídas à altmetria refere-se à possibilidade de se mensurar a interação entre o que é produzido pela academia e a sociedade em geral (não acadêmicos), diferentemente do que acontece com os indicadores tradicionais, que se dedicam, sobretudo, a estudar a relação dos impactos da produção científica no interior das comunidades científicas[10]

Referências

  1. a b Infopédia. «altmetria | Definição ou significado de altmetria no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  2. a b Gouveia, Fábio Castro (2013). «Altmetria: métricas de produção científica para além das citações». Liinc em Revista. 9 (1): 214-227. ISSN 1808-3536. doi:10.18617/liinc.v9i1.569. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  3. a b «Jason Priem on Twitter». Consultado em 24 de setembro de 2016 
  4. «PLOS Collections». Public Library of Science (PLOS). Altmetrics is the study and use of non-traditional scholarly impact measures that are based on activity in web-based environments 
  5. de Melo Maricato, João; Lopes Martins, Dalton (julho de 2017). «Altmetria: complexidades, desafios e novas formas de mensuração e compreensão da comunicação científica na web social». Biblios (68): 48–68. ISSN 1562-4730. doi:10.5195/biblios.2017.358 
  6. Araujo, Ronaldo Ferreira (8 de maio de 2015). «Mídias sociais e comunicação científica: análise altmétrica em artigos de periódicos da ciência da informação». Em Questão. 21 (1). 96 páginas. ISSN 1808-5245. doi:10.19132/1808-5245211.96-109 
  7. Mike Buschman; Andrea Michalek (Abril 2013). «Are Alternative Metrics Still Alternative?». /www.asis.org/. Consultado em 21 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 11 de março de 2018 
  8. Maricato, João de Melo; Martins, Dalton Lopes (2017). «Altmetria : complexidades, desafios e novas formas de mensuração e compreensão da comunicação científica na web social». doi:10.5195/biblios.2017.358. Consultado em 23 de setembro de 2020 
  9. «altmetrics: a manifesto – altmetrics.org». altmetrics.org. Consultado em 24 de setembro de 2016 
  10. Maricato, João de Melo; Lima, Ethamillya Lyanna Moura (25 de abril de 2017). «Impactos da Altmetria: aspectos observados com análises de perfis no Facebook e Twitter». Informação & Sociedade: Estudos. 27 (1). ISSN 1809-4783. Consultado em 16 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]