Amelia Darcy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amelia Darcy
Marquesa de Carmarthen
Retrato por François-Hubert Drouais no Museu Bowes, na Inglaterra.
Baronesa Darcy de Knayth e Conyers
Condessa de Mértola
Reinado 16 de maio de 177826 de janeiro de 1784
Antecessor(a) Robery Darcy, 4.° Conde de Holderness
Sucessor(a) George Osborne, 6.° Duque de Leeds
 
Cônjuge Francis Osborne, 5.° Duque de Leeds
John Byron
Descendência George Osborne, 6.° Duque de Leeds
Mary Pelham, Condessa de Chichester
Francis Osborne, 1.° Barão Osborne
Augusta Leigh
Casa

Nascimento 12 de outubro de 1754
Morte 26 de janeiro de 1784 (29 anos)
Pai Robert Darcy, 4.° Conde de Holderness
Mãe Mary Doublet

Amelia Darcy, também conhecida como Amelia Osborne (12 de outubro de 175426 de janeiro de 1784)[1] foi uma nobre britânica. Ela herdou os títulos de jure de 12.° baronesa Darcy de Knayth, 9.° baronesa Conyers e 5.° condessa de Mértola de seu pai. Além disso, foi marquesa de Carmarthen pelo seu primeiro casamento com Francis Osborne, 5.° Duque de Leeds. Seu segundo marido foi John Byron, que mais tarde tornou-se pai de Lord Byron.

Família[editar | editar código-fonte]

Amelia era a única filha e terceira criança nascida de Robert Darcy, 4.° Conde de Holderness e de Mary Doublet. Seus avós paternos eram Robert Darcy, 3.° Conde de Holderness e Frederica Susanna Schomberg. Seus avós maternos eram Francis Doublet e Constantia Van-der-Beck.

Ela teve dois irmãos mais velhos: George, senhor Darcy e Conyers e Thomas, senhor Darcy e Conyers. Ambos morreram antes da idade adulta.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 29 de novembro de 1773, em Londres, aos 19 anos, ela casou-se com Francis Goldophin Osborne, de 22 ou 23 anos de idade, filho de Thomas Osborne, 4.° Duque de Leeds e de Mary Goldophin, neta de Sarah Churchill, Duquesa de Marlborough, famosa por sua amizade com a rainha Ana da Grã-Bretanha.

Em 16 de maio de 1778, com a morte de seu pai, ela sucedeu aos títulos de baronesa Darcy de Knayth, baronesa Conyers e condessa de Mértola, um título português.

Amelia e Francis tiveram três filhos. Eles se divorciaram em maio de 1779, após quase seis anos de casamento. Possivelmente a marquesa esteve envolvida em um caso amoroso com o capitão do exército, John Byron, que a visitava em sua casa, em Grosvenor Square, durante a ausência de Francis.[2]

Um mês depois, em 1 de junho de 1779, a baronesa casou-se com Byron. Ele era filho de John Byron, vice-almirante da Marinha Real Britânica e de Sophia Trevanion.

Amelia morreu jovem, aos 29 anos de idade, em 26 de janeiro de 1784.

Os seus títulos foram herdados pelo seu filho mais velho, George.

Descendência[editar | editar código-fonte]

De seu primeiro casamento:

  • George William Frederick Osborne, 6.° Duque de Leeds (21 de julho de 1775 - 10 de julho de 1838), sucessor do pai. Foi marido de Charlotte Townshend, com quem teve três filhos;
  • Mary Henrietta Juliana Osborne (7 de setembro de 1776 - 21 de outubro de 1862), condessa de Chichester pelo seu casamento com Thomas Pelham, 2.° Conde de Chichester, com quem teve seis filhos;
  • Francis Goldophin Osborne, 1.° Barão Goldophin (18 de outubro de 1777 - 15 de fevereiro de 1850), marido de Elizabeth Charlotte Eden, com quem teve cinco filhos.

De seu segundo casamento:

  • Augusta Leigh (26 de janeiro de 1783 - 12 de outubro de 1851), foi esposa do tenente-coronel George Leigh, com quem teve sete filhos.

Referências

  1. «The Peerage». thepeerage.com 
  2. Exchange, Lawbook. Trials for Adultery, Or, The History of Divorces. [S.l.]: The Lawbook Exchange, Ltd. p. 10. 1779 páginas. Consultado em 14 de Fevereiro de 2018