Analisador de espectro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2009). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Analisador de espectro é um instrumento eletrônico utilizado para se conhecer as componentes harmônicas de sinais elétricos. Tais componentes podem ser de frequências e amplitudes diferentes, espalhadas no espectro de frequências. Existem analisadores para a faixa de áudio e para sinais de rádio frequência. Muitos analisadores de espectro são digitais e a partir da amostragem digital dos sinais empregam algoritmos de FFT e DFT para decompor o sinal nas sua componentes espectrais.

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros analisadores de espectro, na década de 1960, eram instrumentos sintonizados.[1] Após a descoberta da transformada rápida de Fourier (FFT) em 1965, os primeiros analisadores baseados em FFT foram introduzidos em 1967.[2]

Atualmente, existem três tipos básicos de analisador: o analisador de espectro sintonizado, o analisador vetorial de sinais e o analisador de espectro em tempo real.[1]

Referências

  1. a b Take A Peek Inside Today's Spectrum Analyzers Arquivado em 2017-05-06 no Wayback Machine.; Bob Hiebert, 2005, accessed 10 April 2013.
  2. The ‘Real’ History of Real-Time Spectrum Analyzers Arquivado em 2015-06-21 no Wayback Machine.; Joe Deery, 2007, accessed 10 April 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre eletrônica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.