Anastácio (cônsul em 517)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Anastácio.
Anastácio
Díptico de Anastácio trajando a trábea triunfal
Nacionalidade Império Bizantino
Progenitores Mãe: sobrinha de Anastácio I
Pai: Sabiniano
Ocupação Oficial
Religião Catolicismo

Flávio Anastácio Paulo Probo Sabiniano Pompeu/Pompeio Anastácio (em latim: Flavius Anastasius Paulus Probus Sabinianus Pompeius Anastasius), melhor conhecido somente como Anastácio, foi um oficial bizantino do começo do século VI, ativo durante o final do reinado do imperador Anastácio I Dicoro (r. 491–518).

Vida[editar | editar código-fonte]

Segundo reconstrução de Brian Croke, Anastácio foi filho de Sabiniano, o cônsul em 505, e uma sobrinha do imperador Anastácio.[1] Segundo outra reconstrução possível elaborada pelos autores da Prosopografia, poderia ter sido sobrinho-neto do imperador e irmão de Anastácio Paulo Probo Mosquiano Probo Magno, o cônsul de 518.[2]

Ele reteve o consulado para o ano de 517 ao lado de Flávio Agápito. Seus títulos foram registrados sobre três dípticos consulares (CIL V, 8120; CIL XIII, 10032), um deles atualmente preservado na Biblioteca Nacional da França, como se segue: homem ilustre, conde dos domésticos montados (comes domesticorum equitum) e cônsul ordinário.[2]

Referências

  1. Croke 2001, p. 89.
  2. a b Martindale 1980, p. 82-83.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Croke, Brian (2001). Count Marcellinus and His Chronicle. Oxford: Oxford University Press. ISBN 0198150016 
  • Martindale, J. R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1980). The prosopography of the later Roman Empire - Volume 2. A. D. 395 - 527. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press