Andar (arquitetura)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde dezembro de 2017). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Empire State Building, arranha-céu com 102 andares.

Um andar na arquitetura é um nível de um prédio acima do nível do chão.[1][2]

Prédios são geralmente classificados pela quantidade de andares que eles contêm, contados a partir do nível da rua. Prédios, tanto residenciais como comerciais podem ser pequenos, com apenas dois ou três andares, chegando até aos arranha-céus mais altos, que podem ultrapassar 100 andares. Edifícios com muitos andares podem conter diversos sistemas de segurança como sprinklers e escadas de incêndio.

A altura de cada andar está baseada na altura do teto nos cômodos e na grossura do pavimento que separa dois andares. Geralmente, essa altura gira em torno dos 3 metros. Andares em um mesmo edifício não precisam necessariamente ter todos a mesma altura - o lobby é bastante comum que tenha pé direito duplo, por exemplo.

Algumas casas possuem um andar extra como um ático, um porão ou ambos.

Existem também estacionamentos com diversos andares.

Numeração[editar | editar código-fonte]

Numeração de andares é um sistema de numeração utilizado para andares de um prédio que varia de acordo com o nome dado ao "primeiro andar" e aos níveis subterrâneos. Em um sistema, utilizado na maioria dos países europeus, o piso térreo é o piso literalmente ao nível do solo, geralmente sem número e identificado às vezes como "G" ou "0". O próximo andar é atribuído o número 1 e é o primeiro andar, e assim por diante. O outro sistema, usado principalmente nos Estados Unidos e no Canadá, conta o andar de baixo como o primeiro andar, o próximo andar no segundo andar e assim por diante.[3]

Numeros de quartos (como em hotéis) ou salas (em edifícios comerciais) geralmente iniciam-se pelo número do andar.

Botões de elevador são marcados com os números dos andares, utilizando normalmente os algarismos arábicos e braile.

Há uma grande confusão devido às duas formas distintas de numeração utilizadas no mundo.

Sistema Inglês[editar | editar código-fonte]

Na maior parte da Europa continental, assim como na Grã-Bretanha, a maior parte da Comunidade das Nações e América Latina, o andar térreo é simplesmente chamado por esse nome e o andar acima deste é o primeiro andar, o que mantém o padrão de construção europeu utilizado desde a construção de palácios. Por exemplo, em francês, o termo utilizado para o andar térreo é rez de chaussée que é numerado zero. Em espanhol ele é conhecido como planta baja, porém no Chile e no Peru, esse nome pode também ser substituído por primer piso.

Sistema Americano[editar | editar código-fonte]

Painel de controle de um elevador com numeração no sistema americano e sem os andares 0, 4, 13 e 14 em Xangai.

Utilizado proeminentemente nos Estados Unidos e no Canadá (com a exceção do Québec; entretanto, rez-de-chaussée e premier étage agora são conhecidos como equivalentes), o andar térreo é geralmente, mas não sempre, o primeiro andar e o andar acima deste é o segundo andar. Esse sistema também é utilizado na Rússia, partes da Escandinávia exceto Dinamarca e em alguns países da antiga União Soviética.

China, Taiwan e Japão seguem o sistema americano utilizando, porém, números cardinais ("1 Andar", "2 Andar") ao invés de ordinais ("1º Andar", "2º Andar").

Particularidades[editar | editar código-fonte]

Em português existe outra palavra para a contagem dos patamares de uma casa ou edifício, é ela a palavra piso. O 1.º piso (ou piso 1) é equivalente ao rés-do-chão, o 2.º piso equivalente ao 1.º andar, e assim por diante. Esta diferença na contagem tem por base o caminhar(/andar) exigido para que se chegue ao próximo patamar (no caso dos andares), e o piso significa o primeiro patamar que se pisa ao entrar num edifício. Quando os pavimentos vão para baixo a numeração percorre sentido negativo: piso -1 (equivalente à 1.ª cave), piso -2, piso -3, etc.

Geralmente, os pavimentos abaixo do térreo são designados por letras ao invés de números. A letra G (de garagem) é a mais comumente aplicada. O térreo pode ser designado também pela letra T no Brasil, e por r/c (Rés-do-Chão) em Portugal.

Edifícios americanos e canadenses tipicamente omitem o 13º andar no seu sistema de numeração devido às superstições que cercam esse número. A numeração pode pular do 12 ao 14 ou pode ser dado um outro nome ao 13º andar.

Em chinês e línguas relacionadas, como o som do número 4 é muito parecido com o da palavra morte, costuma-se pular esse andar, principalmente em hospitais e edifícios comerciais.

Na Romênia são utilizados os números romanos para andares em elevadores mais novos.

Existe uma interpretação duvidosa entre a definição de andar, piso e pavimento,criando diversidade de interpretações. Andar. Plano horizontal situado acima do pavimento térreo, caraterizado por ser o que da acesso a ou as unidade ou unidades autônomas, habitações ou não. Caraterizado por se encontrar a porta de entrada a unidade ou unidades autônomas, assim como a parada do elevador. Piso. Qualquer nível horizontal da construção apto a receber material de acabamento, conhecido como piso. Pavimento. Qualquer nível horizontal entre andares com acesso unicamente por circulação vertical interna da unidade autônoma (escada, elevador etc.) Exemplo. Mezanino ou mezaninos.

Referências

  1. andar in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa com Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-12-08 13:41:45]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/andar
  2. Priberam. «Andar». Consultado em 8 de dezembro de 2017 
  3. Rick Steves' Europe through the back door 2011