Androsterona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estrutura química da androsterona

A androsterona (ADT) é um hormônio esteróide com fraca atividade androgênica.[1][2]

Foi isolado pela primeira vez em 1931, por Adolf Friedrich Johann Butenandt e Kurt Tscherning. Eles destilaram cerca de 17000 litros de urina masculina, da qual eles encontraram 50 mg de androsterona cristalina, o que foi suficiente para eles concluírem que a sua fórmula química era muito similar à da estrona.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Androsterona». Encyclopædia Britannica Online (em inglês). Consultado em 7 de agosto de 2020 
  2. «Androsterona» (em inglês). PubChem. Consultado em 7 de agosto de 2020