Angra G

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.

Angra G é um sítio arqueológico subaquático integrante do Parque Arqueológico Subaquático da Baía de Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, nos Açores.

O sítio corresponde ao naufrágio de um barco português do século XVI ou do século XVII na baía de Angra do Heroísmo, que se encontra a cerca de cinquenta metros de profundidade.

Foi descoberto durante os trabalhos de elaboração da Carta Arqueológica de 2004, com o auxílio do submarino "Lula", da Fundação Rebikoff-Nigeller, que possibilitou uma prospecção mais detalhadas das zonas mais profundas da baía de Angra do Heroísmo.

Na mancha de vestígios arqueológicos do sítio é possível distinguir duas grandes âncoras, restos de madeira, concreções, diversos artefactos e grande quantidade de pequenos búzios brancos, denominados de cauris ou búzios da Índia. Foram estas conchas, utilizadas como moeda no tráfico de escravos com o continente africano, que permitiram uma datação aproximada do naufrágio.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]