Aproximação linear

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde janeiro de 2010). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Linha tangente em (a, f(a))

Em matemática, uma aproximação linear é uma aproximação de uma função geral (mais precisamente, uma função afim). Elas são amplamente usadas no método de diferenças finitas para produzir métodos de primeira ordem para resolver-se ou obter soluções aproximadas para equações.

Definição[editar | editar código-fonte]

Dada uma função contínua, diferenciável e com uma variável real , cujo valor é próximo de uma constante , temos:

Para valores próximos de , a curva descrita pela função se aproxima de uma reta. Dessa forma, se uma reta for traçada tangente a essa curva, no ponto , é possível calcular o valor aproximado de .

Exemplo[editar | editar código-fonte]

Calculemos o valor aproximado de .

  1. Seja , o problema se resume a encontrar o valor de .
  2. Precisamos de um valor próximo de 25, e do qual saibamos o valor de , sabemos que então usemos
  3. Derivando e encontrando o valor de :
    assim,
  4. Usando a aproximação linear:
  5. O resultado é bem próximo do valor real de 2,924

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Weinstein, Alan; Marsden, Jerrold E. (1984). Calculus III. Berlin: Springer-Verlag. p. 775. ISBN 0-387-90985-0 
  • Strang, Gilbert (1991). Calculus. [S.l.]: Wellesley College. p. 94. ISBN 0-9614088-2-0 
  • Bock, David; Hockett, Shirley O. (2005). How to Prepare for the AP Calculus. Hauppauge, NY: Barrons Educational Series. p. 118. ISBN 0-7641-2382-3