Associação Eupatorium perfoliatum/Phosphorus/Crotalus horridus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A associação Eupatorium perfoliatum/Phosphorus/Crotalus horridus é um medicamento homeopático utilizado pela medicina nos sintomas da dengue, desenvolvido pelo cientista da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Professor Doutor Renan Marino.[1]

Os testes de toxicologia pré-clinica foram realizadodos pelo Laboratório de Pesquisa em Fármacos da Universidade Federal do Amapá.[2]

Foi autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária 8 em dezembro de 2008,[3] sob o número nº 1.0266.0168.001-3, publicado no Diário Oficial do Brasil.[4]

Composição e função[5][editar | editar código-fonte]

  • Eupatorium perfoliatum - fornece o quadro clínico sintomático da dengue. Era utilizada por índios estadunidenses para alívio da febre quebra-ossos.[6]
  • Phosphorus - aumenta a proteção do fígado e estimula produção plaquetária e de fatores da coagulação.
  • Crotalus horridus - fornece o quadro clínico sintomático da dengue hemorrágica. É o veneno da cobra cascavel diluído.[6]

Nome comercial[editar | editar código-fonte]

  • Proden®

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Farmácias já têm medicamento para tratamento dos sintomas da dengue». Consultado em 21 de fevereiro de 2009 
  2. «MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO AUXILIAR NO TRATAMENTO DOS SINTOMAS DA DENGUE CHEGA AO MERCADO». Consultado em 1 de março de 2009 
  3. «Três Lagoas já tem remédio homeopático contra a dengue». Consultado em 21 de fevereiro de 2009 
  4. «PRODEN® - MEDICAMENTO CONTRA OS SINTOMAS DA DENGUE!». Consultado em 21 de fevereiro de 2009 
  5. A função pode parecer estranha, mas o medicamento é homeopático e a cura é alcançada através da energia vital, induzida por substâncias que originam a moléstia - um dos pilares da homeopatia
  6. a b «Novo medicamento promete aliviar os sintomas da dengue». Consultado em 21 de fevereiro de 2009