Universidade Federal do Amapá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Universidade Federal do Amapá
Unifaplogo.png
UNIFAP
Lema "Na pátria do Cruzeiro do Sul, no meio do mundo, a estrela do conhecimento brilha"[1]
Fundação 2 de março de 1990 (27 anos)
Tipo de instituição Pública Federal
Mantenedora Ministério da Educação[2]
Localização Macapá, Amapá
Reitor(a) Eliane Superti
Vice-reitor(a) Adelma das Neves Nunes Barros
Total de estudantes 6.036[3]
Campus Santana
Oiapoque
Laranjal do Jari
Mazagão
Orçamento anual 137 420 903,77 (exercício de 2015)[4]
Página oficial www.unifap.br

A Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) é uma instituição de ensino superior pública federal, situada no estado do Amapá. Sua sede está em Macapá, com campus em Santana, Laranjal do Jari, Oiapoque e Mazagão, além de um campus projetado para Tartarugalzinho.[5]

Histórico[editar | editar código-fonte]

A estrutura precursora da Universidade Federal do Amapá veio com a montagem em 1970[6] do "Núcleo de Educação em Macapá" (NEM), ligado a Universidade do Pará (atual UFPA).[7] No NEM passou a ser oferecido cerca de 500 vagas de licenciatura de curta duração no campo do Magistério,[8] no intuito de reverter o atraso de pessoal nesse sentido na região do Território Federal do Amapá, e formar um quadro permanente e qualificado, eminentemente regional.

Com a iminente elevação do Território Federal do Amapá em uma unidade federativa plena, passou-se a discutir seriamente a necessidade de construção de uma universidade autônoma na região do Amapá. Tal proposta culminou na elaboração da Lei Federal nº 7.530, de 29 de agosto de 1986 que criou a UNIFAP, tornando-se vigente através do Decreto nº 98.997, de 2 de março de 1990, publicado no Diário Oficial da União nº 43, de 5 de março de 1990. O NEM permaneceu em atividade até 1992, quando suas estruturas foram reaproveitadas para formar a recém-criada UNIFAP.[9][10]

Além de oferecer cursos de graduação, a universidade também conta com programas de pós-graduação (lato sensu e stricto sensu), pesquisa e extensão, de acordo com o artigo 207 da Constituição Federal. Por ser uma fundação pública de ensino está vinculada ao Ministério da Educação (MEC), através da Secretaria de Ensino Superior (SESu). Foi criada pelo Decreto nº 98.997 de 2 de março de 1990, assinado pelo então presidente da República José Sarney.

Seu orçamento em 2015 foi de mais de 137 milhões de reais.[11]

Unidades[editar | editar código-fonte]

A UNIFAP é uma universidade multiunidade, composta por 5 campi. São unidades educacionais de propriedade da Universidade Federal do Amapá:

Graduação[12][editar | editar código-fonte]

Campus Universitário Marco Zero do Equador[editar | editar código-fonte]

DCBS - Departamento de Ciências Biológicas e da Saúde[editar | editar código-fonte]

DCEXT - Departamento de Ciências Exatas e Tecnologias[editar | editar código-fonte]

DEDU - Departamento de Educação[editar | editar código-fonte]

DEPLA - Departamento de Letras e Artes[editar | editar código-fonte]

DFCH - Departamento de Filosofia e Ciências Humanas[editar | editar código-fonte]

DMAD - Departamento de Meio Ambiente e Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Campus Universitário de Santana[editar | editar código-fonte]

Campus Universitário Binacional[editar | editar código-fonte]

Campus Universitário de Laranjal do Jari[editar | editar código-fonte]

Campus Universitário do Mazagão[editar | editar código-fonte]

Pós-graduação [13][editar | editar código-fonte]

Especialização [14][editar | editar código-fonte]

  1. Especialização em Defesa e Segurança no Amapá
  2. Especialização em Docência Universitária
  3. Especialização em Ensino de Filosofia no Ensino Médio
  4. Especialização em Gênero e Diversidade na Escola
  5. Especialização em História e Historiografia da Amazônia
  6. Especialização em Matemática no Ensino Médio
  7. Especialização em Meio Ambiente, Petróleo e Gás
  8. Especialização em Mídias na Educação
  9. Especialização em Política Educacional
  10. Especialização em Produção de Material Didático

Residência médica[editar | editar código-fonte]

  1. Residência Médica em Cirurgia do Trauma
  2. Residência Médica em Cirurgia Geral
  3. Residência Médica em Clínica Médica
  4. Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia
  5. Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia
  6. Residência Médica em Pediatria
  7. Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva

Mestrado acadêmico[editar | editar código-fonte]

  1. Mestrado em Biodiversidade Tropical
  2. Mestrado em Ciências Farmacêuticas
  3. Mestrado em Ciências da Saúde
  4. Mestrado em Desenvolvimento Regional
  5. Mestrado em Ciências Ambientais
  6. Mestrado em Educação
  7. Mestrado em Direito Ambiental e Políticas Públicas

Mestrado profissional[editar | editar código-fonte]

  1. Mestrado em Estudos de Fronteiras
  2. Mestrado em História (PROFHISTÓRIA)
  3. Mestrado em Matemática (PROFMAT)

Doutorado[editar | editar código-fonte]

  1. Doutorado em Biodiversidade e Biotecnologia - Bionorte
  2. Doutorado em Biodiversidade Tropical
  3. Doutorado em Inovação Farmacêutica

Referências

  1. Imagem comemorativa dos 24 anos de UNIFAP - Portal UNIFAP
  2. Fundação Universidade Federal do Amapá - Portal e-MEC
  3. Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) - Ranking Universitário Folha 2014
  4. Total destinado pelo Governo Federal em âmbito nacional em 2016 - Portal da Transparência (Acessado em 13 de junho de 2016)
  5. Campus Binacional do Oiapoque - Portal Universidade Federal do Amapá (UNIFAP)
  6. MENDES, Allan Jasper Rocha. A Expansão da Educação Superior no Amapá - PPGMDR
  7. Histórico do Programa - Programa de Pós-Graduação em Direito Ambiental e Políticas Públicas
  8. Relatório de Gestão 2003 - Universidade Federal do Amapá - Portal UNIFAP
  9. Decreto que institui a Fundação Universidade Federal do Amapá - Portal UNIFAP
  10. «UNIFAP: Prestação de Contas do exercício de 1992». Diário Oficial da União de 16 de setembro de 1996. p. 79 e 80 
  11. Unifap pode sofrer corte de 30% no orçamento - Diário do Amapá
  12. «Consulta de Cursos - Graduação». SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas. Consultado em 7 de maio de 2017 
  13. «Consulta de Cursos - Stricto Sensu». SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas. Consultado em 7 de maio de 2017 
  14. «Consulta de Cursos - Lato Sensu». SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas. Consultado em 7 de maio de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]