Universidade Federal do Amapá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UNIFAP
Universidade Federal do Amapá
Unifaplogo.png
Lema "Na pátria do Cruzeiro do Sul, no meio do mundo, a estrela do conhecimento brilha"[1]
Fundação Como NEM: 1970 (45 anos);
Como UNIFAP: 2 de março de 1990 (25 anos)
Tipo de instituição Pública, Federal
Mantenedora Coat of arms of Brazil.svg Ministério da Educação[2]
Orçamento anual R$ 59,506 milhões (2011)[3]
Total de estudantes 6.036[4]
Reitor(a) Eliane Superti
Vice-reitor(a) Adelma Barros
Sede Brasão de Macapá.svg Macapá
Campi Laranjal do Jari
Oiapoque
Santana
Mazagão
Estado Brasao amapa.jpg Amapá
Página oficial www.unifap.br
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil

A Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) é uma instituição de ensino superior pública federal sediada na cidade de Macapá, com unidades educacionais em Santana, Laranjal do Jari, Oiapoque e Mazagão, todas localizadas no estado do Amapá. A instituição está construindo um novo campus no município de Tartarugalzinho, que será inaugurado em breve.[5]

Histórico[editar | editar código-fonte]

A estrutura precursora da UNIFAP veio com a montagem em 1970[6] do "Núcleo de Educação em Macapá" (NEM), ligado a Universidade do Pará (atual UFPA).[7] No NEM passou a ser oferecido cerca de 500 vagas de licenciatura de curta duração no campo do Magistério,[8] no intuito de reverter o atraso de pessoal nesse sentido na região do Território Federal do Amapá, e formar um quadro permanente e qualificado, eminentemente regional.

Com a iminente elevação do Território Federal do Amapá em uma unidade federativa plena, passou-se a discutir seriamente a necessidade de construção de uma universidade autônoma na região do Amapá. Tal proposta culminou na elaboração da Lei Federal nº 7.530, de 29 de agosto de 1986 que criou a UNIFAP, tornando-se vigente através do Decreto nº 98.997, de 2 de março de 1990, publicado no Diário Oficial da União nº 43, de 5 de março de 1990. O NEM permaneceu em atividade até 1992, quando suas estruturas foram reaproveitadas para formar a recém-criada UNIFAP.[9] [10]

Além de oferecer cursos de graduação, a universidade também conta com programas de pós-graduação (lato sensu e stricto sensu), pesquisa e extensão, de acordo com o artigo 207 da Constituição Federal. Por ser uma fundação pública de ensino está vinculada ao Ministério da Educação (MEC), através da Secretaria de Ensino Superior (SESu). Foi criada pelo Decreto nº 98.997 de 2 de março de 1990, assinado pelo então presidente da República José Sarney, e seu orçamento em 2014 foi de 114 milhões de reais.[11]

Unidades[editar | editar código-fonte]

A UNIFAP é uma universidade multiunidade, composta por 5 campi. São unidades educacionais de propriedade da Universidade Federal do Amapá:

Cursos de Graduação[editar | editar código-fonte]

Ciências Exatas e Aplicadas



Ciências da Vida



Humanidades



Pós-Graduação[12] [editar | editar código-fonte]

Lato Sensu



  • Especialização em Saúde Mental
  • Especialização em História e Historiografia da Amazônia
  • Especialização em Gestão Escolar
  • Especialização Multiprofissional em Saúde Coletiva
  • Especialização em Gênero e Diversidade na Escola
  • Especialização em Matemática na Prática no Ensino Médio
  • Especialização em Filosofia no Ensino Médio (Modalidade a distância)
  • Especialização em Produção de Material Didático

Stricto Sensu



  • Mestrado em Ciências da Saúde
  • Mestrado em Desenvolvimento Regional
  • Mestrado em Direito Ambiental e Políticas Públicas
  • Mestrado em Ciências Farmacêuticas
  • Mestrado em Biodiversidade e Biotecnologia
  • Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional
  • Doutorado em Inovação Farmacêutica

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.