Universidade Estadual de Santa Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Universidade Estadual de Santa Cruz
UESC
Lema In Altum
Fundação 06 de dezembro de 1991 (24 anos)
Tipo de instituição Pública, (estadualizada em 06/12/1991)
Mantenedora Estado da Bahia
Localização Ilhéus, Bahia
Docentes 742 (2011)[1]
Reitor(a) Adélia Maria Carvalho de Melo Pinheiro
Vice-reitor(a) Evandro Sena Freire
Total de Estudantes 8 671 (2011)[1]
Graduação 7 834 (2011)[1]
Pós-Graduação 836 (2011)[1]
Afiliações ABRUEM, CRUB e RENEX
Orçamento anual 116 166 000,00 (2010)[2]
Página oficial http://www.uesc.br

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) é uma instituição de ensino superior brasileira, situada em Ilhéus, Estado da Bahia, no km 16 da Rodovia BR-415. Foi criada pela fusão e estadualização de um conjunto de faculdades privadas surgidas no sul da Bahia na década de 1960.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Universidade Estadual de Santa Cruz se formou à partir de uma fundação privada que congregou unidades de ensino superior particulares das cidades de Ilhéus e Itabuna surgidas na década de 1960 (Faculdade de Direito de Ilhéus, Faculdade de Filosofia de Itabuna, e Faculdade de Ciências Econômicas de Itabuna).[carece de fontes?]

Em 1972, por iniciativa de lideranças regionais e da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC) essas faculdades se uniram e formaram a Federação das Escolas Superiores de Ilhéus e Itabuna (FESPI). Estas foram reunidas pelo Parecer CFE 163/74 em um Campus na BR-415, (trecho Ilhéus-Itabuna, denominado localmente como Rodovia Jorge Amado).[carece de fontes?]

Desde então os estabelecimentos de ensino foram ganhando maturidade e competência, criando as condições para pleitear o "status" de Universidade. Mantida, entretanto, por uma fundação de natureza privada, o acesso a seus cursos tornava-se particularmente difícil, considerada a realidade regional. Assim, a Federação reorientou-se no sentido de tornar-se uma fundação pública.[3]

Em 1991, depois de muitas lutas, esse grande anseio tornou-se realidade, estadualizando-se a Federação. Em 5 de dezembro de 1991, o então Governador do Estado incorporou a FESPI, escola particular, ao quadro das escolas públicas de 3º grau da Bahia.[3] Em 1991 esta fundação foi estadualizada (assumida pelo Estado) e, após uma disputa para se decidir em qual das duas cidades estaria localizada, foi deliberado que ficaria em Ilhéus, apesar da Universidade estar num ponto eqüidistante entre os centros das duas cidades.[carece de fontes?]

Foi criada pela Lei Estadual 6.344 de 6 de dezembro de 1991, e desde então vem ampliando os serviços prestados, oferecendo diversos cursos e criando espaço, na vocação quase natural por situar-se em meio à Mata Atlântica, para estudos ecológicos.[4]

Atualmente se destaca no cenário regional e nacional com a produção intelectual e pesquisas científicas, como a modelagem e simulação de radiofármacos, modelagem computacional de bacias hidrográficas e aqüíferos, em biocombustíveis, sequenciamento genético como o mapeamento do genoma da "vassoura de bruxa", em biologia e ecossistemas.[carece de fontes?]

Cursos[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade. Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Graduação[editar | editar código-fonte]

A Universidade Estadual de Santa Cruz oferece de 33 cursos[5] de graduação na modalidade presencial, sendo vinte e dois bacharelados e onze licenciaturas. Na modalidade educação à distância oferece quatro licenciaturas. São oferecidos, ainda, oito cursos pela PARFOR, curso de formação de professores.

Bacharelados


Licenciaturas


Educação à Distância e PARFOR


Educação à Distância

PARFOR

Pós-graduação[editar | editar código-fonte]

A Universidade Estadual também oferece diversos cursos de pós-graduação. Divididos em três modalidades - especialização, mestrado e programas unificados (mestrado e doutorado) -, os cursos são importantes qualificadores da população da região.[6]

Especialização


Mestrado


Programas Unificados (Mestrado e Doutorado)


Estrutura[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade. Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ver artigo principal: Campus Soane Nazaré de Andrade
Mapa da Bahia com a localização do município de Ilhéus, onde fica o campus da UESC.

A UESC tem estrutura localizada em único campus, isto é, possui apenas o Campus Soane Nazaré de Andrade, instalado em Ilhéus. A sua área de abrangência contempla municípios das Regiões Sul e Extremo Sul da Bahia. Dispõe de órgãos da administração superior (Reitoria, Vice-Reitoria, Pró-Reitorias, Assessorias e Conselhos) da Administração Setorial (Departamentos e Colegiados de Curso) e órgãos de apoio administrativo. São quatro as pró-reitorias[7] :

Os departamentos são dez[8] :

Referências

  1. a b c d Guia do Estudante 2011 (PDF). Visitado em 23 de janeiro de 2012.
  2. Cotas orçamentárias das universidades estaduais da Bahia em 2010 (PDF). Visitado em 26 de julho de 2010.
  3. a b Nossa História (PHP). Visitado em 05 de fevereiro de 2012.
  4. Localização (PHP). Visitado em 05 de fevereiro de 2012.
  5. UESC - Universidade Estadual de Santa Cruz www.uesc.br. Visitado em 2016-01-15.
  6. UESC - Universidade Estadual de Santa Cruz www.uesc.br. Visitado em 2016-01-15.
  7. UESC - Universidade Estadual de Santa Cruz www.uesc.br. Visitado em 2016-01-15.
  8. UESC - Universidade Estadual de Santa Cruz www.uesc.br. Visitado em 2016-01-15.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]