Universidades estaduais da Bahia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Entrada da Universidade Estadual de Feira de Santana, uma das universidades estaduais na Bahia.

As universidades estaduais da Bahia (UEBA) são as quatro universidades públicas mantidas pelo estado da Bahia, sendo elas: Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). As quatro fazem parte da administração estadual indireta vinculada à Secretaria da Educação do Estado da Bahia.[1]

A Bahia é o segundo estado brasileiro com maior número de universidades estaduais, sendo o estado do Paraná o primeiro. Elas correspondem à metade das universidades presentes no estado, ofertando um pouco menos de nove mil vagas anuais pelos vestibulares para o ingresso no ensino superior presencial nos 29 campi totais espalhados pelo estado.[2][3][4][5]

Há a proposta de criação de uma quinta universidade estadual baiana, a Universidade Estadual do Rio de Contas (UNERC), a partir do câmpus da UESB em Jequié.[6][7][8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SEC. Organograma da Secretaria. Acesso em 29 set. 2014.
  2. «Edital do vestibular da UNEB» (PDF). Consultado em 28 de agosto de 2010. 
  3. «Concorrência dos últimos vestibulares da UEFS». Consultado em 28 de agosto de 2010. 
  4. «Manual do candidato do vestibular da UESC» (PDF). Consultado em 28 de agosto de 2010. 
  5. «Quadro de vagas do vestibular 2010.2 da UESB» (PDF). Consultado em 28 de agosto de 2010. 
  6. Sindicato dos Bancários de Jequié e Região. «EM DEBATE, A CRIAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DAS CONTAS – UNERC». Consultado em 23 de agosto de 2010. 
  7. Prefeitura de Jequié (26 de novembro de 2009 às 21h 35min). «Criação da Universidade Rio das Contas mobiliza a região de Jequié». Consultado em 23 de agosto de 2010.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. NOVAES, Wilson (18 de outubro de 2009). «Deputado fez defesa da universidade de Jequié no plenário da Assembleia». Consultado em 23 de agosto de 2010.