Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão
UEMASUL
Fundação 3 de novembro de 2016 (1 ano)
Tipo de instituição Pública
Mantenedora Governo do Estado do Maranhão
Localização Imperatriz, Maranhão, Brasil
Reitor(a) Elizabeth Nunes Fernandes (pro tempore)
Vice-reitor(a) Expedito Barroso (pro tempore)
Campus Imperatriz
Açailândia
Página oficial uemasul.edu.br

Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) é uma instituição de ensino superior pública estadual brasileira, criada pela Lei Estadual nº 10.525 de 3 de novembro de 2016, é a 3ª universidade pública do estado do Maranhão, ao lado da UFMA e UEMA, a universidade nasceu do desmembramento do campus da UEMA em Imperatriz.[1]

Em 2017, ano de entrada em operação, a universidade estava organizada em dois campi, Imperatriz e Açailândia, e quatro centros de ensino.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Tradição Histórica da UEMASUL começa ainda no fim da década de 1960, com a criação da primeira escola superior do sul do estado por iniciativa de alguns cidadãos de Imperatriz, da qual é figura de destaque o então juiz da comarca local José de Ribamar Fiquene.

Da Escola Normal para a Faculdade[editar | editar código-fonte]

No ano de 1969, por iniciativa de Fiquene, é criada a Escola Normal Pedagógica de Imperatriz (ENPI), que funciona ofertando o curso de magistério (pedagogia), sendo um escola privada de utilidade pública.[2]

Em 8 de agosto de 1973, através das leis municipais nºs 09 e 10, o prefeito interino de Imperatriz José do Espírito Santo Xavier cria a Fundação Universidade de Imperatriz (FUIM), através da elevação da ENPI; posteriormente a lei foi alterada, e a FUIM foi convertida em Faculdade de Educação de Imperatriz (FEI). A Lei Municipal nº 37 de 1974, modifica a denominação para Faculdade de Ensino Superior de Imperatriz (FESI).[3]

Anos UEMA[editar | editar código-fonte]

Em 16 de junho de 1979, a Faculdade de Educação de Imperatriz, através do decreto Estadual de nº 7.197, do então Governador João Castelo, foi incorporada à Federação das Escolas Superiores do Maranhão (FESM)[4]

Com a conversão da FESM em Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), em 1981, a Faculdade de Educação de Imperatriz passou a denominar-se Unidade de Estudos de Educação de Imperatriz (UEEI). E, através da Portaria do Ministério da Educação, de nº 501, de 3 de julho de 1985, autorizou a planificação de todos os cursos da Unidade de Estudos de Educação de Imperatriz que passou à denominação de Centro de Estudos Superiores de Imperatriz (CESI-UEMA).[4]

Gradualmente o CESI-UEMA, que inicialmente tinha somente pedagogia, foi ganhando novos cursos: Ciências (1992; Matemática, Química e Biologia), Letras (1992; Inglês e Literatura), História (1992), Geografia (1995), Administração (1997), Agronomia, Medicina Veterinária e Engenharia Florestal.[4] Consequentemente o CESI-UEMA cresceu em importância, tornando-se a maior unidade de ensino superior pública do sul do Maranhão.

Elevação a universidade[editar | editar código-fonte]

Então, através da Lei Estadual nº 10.525, de 3 de novembro de 2016, o CESI-UEMA e o Centro de Estudos Superiores de Açailândia (CESA-UEMA) foram finalmente elevados a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), com efeito a partir de 16 de janeiro de 2017; através do decreto estadual nº 32.396/2016, assinado pelo governador Flávio Dino, a UEMASUL teve sua área de atuação territorial delimitada.[5]

Em 16 de Janeiro de 2017, em solenidade no Palácio do Comércio de Imperatriz, o governador Flávio Dino deu posse à reitora pro-tempore Elizabeth Nunes Fernandes, ao vice-reitor pro-tempore Expedito Barroso.[6]

Estrutura orgânica[editar | editar código-fonte]

Com dois campi, a UEMASUL, em 2017, estava organizada da seguinte maneira:[7]

Campus Imperatriz[editar | editar código-fonte]

Centro de Ciências Humanas Sociais e Letras (CCHSL)
  • Letras, Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa
  • Letras, Língua Portuguesa, Língua Inglesa e respectivas Literaturas
  • Geografia
  • História
  • Pedagogia
  • Administração
Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas (CCENT)
  • Ciências Biológicas
  • Matemática
  • Química
  • Física
  • Ciências com Habilitação em Matemática, Química e Biologia
Centro de Ciências Agrárias (CCA)
  • Engenharia Agronômica
  • Engenharia Florestal
  • Medicina Veterinária

Campus Açailândia[editar | editar código-fonte]

Centro de Ciências Humanas, Sociais, Tecnológicas e Letras (CCHSTL)
  • Engenharia Civil
  • Tecnologia de Gestão Ambiental
  • Administração
  • Letras, Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa

Referências

  1. «Index». UEMASUL. Consultado em 1 de julho de 2017 
  2. Formandas da Escola Normal Pedagógica de Imperatriz no ano de 1971. Imperatriz Maranhão - Sua história, sua gente. 23 de abril de 2014
  3. Barroso, Expedito. Sobre a UEMASUL. oprogressonet.com. 2017
  4. a b c Lima, Regina Célia Costa. Projeto Político-Pedagógico do Curso de Graduação em História – Licenciatura. Universidade Estadual do Maranhão. Imperatriz. 2012
  5. Decreto nº 32.396/2016, de 11 de novembro de 2016: Dispõe sobre a área de atuação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL, nos termos do art. 1º da Lei n° 10.525, de 3 de novembro de 2016. Diário Oficial do Poder Executivo do Maranhão. ano CX. Nº 211. 14 de novembro de 2016.
  6. UemaSul completa 100 dias com metas para beneficiar 22 municípios da região. Portal do Governo do Maranhão. 10 de abril de 2017
  7. «Grade de cursos». UEMASUL. Consultado em 1 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]