Universidade Federal de Campina Grande

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
UFCG
Universidade Federal de Campina Grande
UfcgBrasao.jpg
Lema Supra Omnes Lux Lucis
Fundação 1952 como Escola Politécnica do Estado da Paraíba.
Tornou-se parte da UFPB em 1970 [1] e em 2002 desmembrou-se tornando-se a UFCG
Tipo de instituição  Brasil Pública, federal
Orçamento anual R$ 356.641.925,02 (2011) [2]
Docentes 1.298
Graduação 14.675
Pós-graduação 3.125 [3]
Reitor(a) Prof. Dr. José Edílson de Amorim
Sede Flag campina grande.svg Campina Grande
Estado Bandeira da Paraíba.svg Paraíba
Afiliações RENEX
Página oficial www.ufcg.edu.br
Comissão de Processos Vestibulares
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) é uma instituição brasileira de ensino superior, pública e federal, criada pela Lei nº. 10.419 de 9 de abril de 2002. Sua sede localiza-se na cidade de Campina Grande no estado da Paraíba. Além da sede a universidade estende-se por mais seis campi localizados nas cidades de Pombal, Patos, Sousa, Cajazeiras, Cuité e Sumé.

Fundação e Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

A UFCG nasceu como uma das mais importantes instituições federais de ensino superior das regiões Norte e Nordeste do Brasil. Sua criação ocorreu a partir do desmembramento da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). É reconhecida como uma das maiores entre as instituições de ensino superior, não apenas pelo seu tamanho, mas pelo padrão de qualidade expresso em termos de ensino, pesquisa, extensão e produção acadêmico-científica.

Ao longo da história das unidades que ora compõem a UFCG, a inclusão social e o desenvolvimento econômico da região sempre estiveram em destaque nos projetos e ações da universidade. Por essa e outras razões é que a UFCG se destaca no cenário nacional. Entre outros pontos que podem ser considerados, a UFCG se torna pioneira na região por ser a primeira universidade federal do interior nordestino; por ter sido a primeira universidade do norte-nordeste a adquirir um computador (na época, um dos cinco do país) em 1968, o IBM 1130; por possuir centros tecnológicos de excelência no interior nordestino e ter todas as condições para qualificar a mão-de-obra para atender às demandas da indústria, serviços, setor público estadual e municipal, contribuindo com o progresso da região.

Além disto, em 2013, a UFCG foi reconhecida como o 8° (oitavo) lugar na avaliação de ensino realizada pela Folha para o curso de Ciência da Computação. Este ranking leva em consideração todas as universidades do Brasil[4] . Se considerarmos apenas a região nordeste, o curso de computação da UFCG está na segunda posição, atrás apenas da UFPE.

Pelo acima exposto, a UFCG é referência para o desenvolvimento da ciência e tecnologia, da educação, das artes e da cultura no Estado e na Região Nordeste.

Cursos de Graduação da UFCG[editar | editar código-fonte]

Mapa do estado da Paraíba mostrando os municípios com UFCG.
Campus da UFCG Na cidade de Pombal, no bairro Pereiras.
Campus de Campina Grande
  • Centro de Ciências e Tecnologia –
    Reitoria da UFCG

CCT

Campus de Pombal
Campus de Patos
Campus de Sousa
Campus de Cajazeiras
Campus de Cuité
Campus de Sumé

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Site oficial da UFCG

Referências

  1. História da UFCG. Departamento de ciências da computação, Acessado em janeiro de 2007
  2. Portal da Transparência
  3. [1]. PROPLAN, Acessado em outubro de 2012.
  4. Ranking Folha de avaliação de ensino do curso de Ciência da Computação em 2013. Visitado em 2013-09-16.