Universidade Federal de Rondonópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) é uma instituição de ensino superior pública federal, criada em 20 de março de 2018, por meio da Lei Federal nº 13.637[1], a partir do desmembramento do Campus Universitário de Rondonópolis da Universidade Federal de Mato Grosso e vinculada ao Ministério da Educação. Sua sede localiza-se em Rondonópolis, região sudeste do estado de Mato Grosso. Atualmente o campus conta com aproximadamente 5 mil alunos, 300 docentes e 87 servidores técnico-administrativos. Possui 3 institutos, 19 cursos de graduação e 5 programas de pós-graduação em nível de mestrado. Foi uma das cinco universidades federais a ter todos os seus cargos e funções gratificadas eliminados em 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Lei Federal 13.367». Diário Oficial da União. 21 de março de 2018 
  2. «Decreto de Bolsonaro corta 13,7 mil cargos em universidades públicas». Folha de S.Paulo. 19 de março de 2019. Consultado em 19 de março de 2019