Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima
Vista do Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima
Conhecido por Centro de Convenções de João Pessoa
Localização PB 008, KM 5 - Pólo Ecoturístico do Cabo Branco
Bandeira de João Pessoa.svg João Pessoa, Bandeira da Paraíba.svg Paraíba, Flag of Brazil.svg Brasil
Gênero Centro de Eventos
Inauguração 26 de agosto de 2012 (6 anos) [1] [2]
Proprietário Governo do Estado da Paraíba
Capacidade 20.000
Website http://www.cecon.pb.gov.br/

O Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima, localizado na capital João Pessoa; foi projetado para ser um dos mais modernos do país, com todos os equipamentos necessários para realização de grandes projetos. Sua estrutura é composta por 4 prédios principais: a Torre do Mirante, o Pavilhão de Feiras e Exposições, o Pavilhão de Congressos e Convenções e o Teatro Pedra do Reino. É um dos locais de eventos mais moderno e sofisticado na América Latina, com 48.676 m²[3]. Está localizado na rodovia PB 008, KM 5 - Pólo Ecoturístico do Cabo Branco.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

A estrutura do Centro de Convenções de João Pessoa, é composta por 4 prédios principais[4]: Torre do Mirante, Pavilhão de Feiras e Exposições, pavilhão de Congressos e Convenções e Teatro Pedra do Reino.

Torre do Mirante a direita

Torre do Mirante[editar | editar código-fonte]

A torre do Mirante, é formada pela torre vislumbrante e moderna no Centro do Centro de Convenções de João Pessoa.

Pavilhão de Feiras e Exposições[editar | editar código-fonte]

Fachada do Pavilhão de Feiras e Exposições do Centro de Convenções de João Pessoa

Possui capacidade de realizar até 4 eventos simultâneos, com capacidade de abrigar 20.000 pessoas. O prédio foi orientado no sentido longitudinal, do norte para o sul, de modo a permitir um maior sombreamento das fachadas e ventilação natural. Além disso, no subsolo existe uma área técnica, projetada com a tecnologia mais moderna, com um sistema de exaustão mecânica, em que todas as instalações poderão ser feitas e distribuídas de forma a fornecer aos estandes pontos de água, esgoto, eletricidade e cabeamento estruturado[5].

Pavilhão de Congressos e Convenções[editar | editar código-fonte]

Fachada do Pavilhão de Congressos e Convenções do Centro de Convenções de João Pessoa

Essa estrutura possui capacidade para abrigar até 9 mil pessoas, foi inserido dentro de um lago artificial com profundidade de 60 cm e é interligado ao bloco da Torre do Mirante através de passarela coberta. Sua planta é formada por 4 arcos de circunferência, formando uma construção sofisticada e movimentada[6].

No primeiro pavimento, a estrutura possui foyer, sem rebaixamento, sendo seu pé direito o total abaixo da cobertura, e, no ball-room, um pé direito de 7 metros, com tratamento acústico nas paredes e no forro; podendo funcionar como auditório ou subdividido em até 8 espaços. Além disso, também conta com sala multiuso, sala de apoio, reprografia e 3 conjuntos para sanitários públicos. As salas de multiuso e de apoio também poderão ser segmentadas por divisórias móveis. A concepção foi feita de forma a permitir que os espaços fossem utilizados conforme a conveniência de cada evento, permitindo uma gama bem variada de arranjos. O Pavilhão de Congressos e Convenções possui dois acessos, o primeiro pelo Atrium do Mirante e o secundário pela lateral, interligado ao estacionamento[7].

Teatro Pedra do Reino[editar | editar código-fonte]

Fachada do Teatro Pedra do Reino

A estrutura do Teatro Pedra do Reino, que é o maior teatro do Nordeste e o segundo do Brasil[8]. envolve sonorização e iluminação cênicas de última geração. Dos 2.924 lugares existem 2.820 poltronas comuns; 18 poltronas para obesos; 36 poltronas para portadores de mobilidade reduzida e 50 lugares para cadeirantes. O teatro possui seis níveis. Tem formas em curvas e compõe-se de quatro volumes: hall de entrada, foyer, plateia e palco[9]. O Teatro Pedra do Reino, possui área total de 11.763 m², sendo 440 m² destinados ao fosso da orquestra, com desenho de forro para facilitar a propagação do som para palco e plateia. A capacidade é para quase 3 mil pessoas[10]. O nome do Teatro ser, A Pedra do Reino, foi para homenagear o dramaturgo pessoense Ariano Suassuna, autor de obra homônima[11].

Estátua de bronze de Ariano Suassuna, no interior do Teatro Pedra do Reino


Sustentabilidade[editar | editar código-fonte]

A estrutura do Centro de Convenções de João Pessoa, se adequa ao PCA (Plano de Controle Ambiental). Contornando toda a área do empreendimento, existe um corredor ecológico com 100 metros de largura, com toda a vegetação existente preservada. Além disso, João Pessoa está no ponto mais oriental das Américas e, por este motivo, foi projetado em frente ao mirante, uma praça com um relógio de Sol[12].

Acessibilidade[editar | editar código-fonte]

Toda a estrutura do Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima em João Pessoa, é adaptada aos portadores de necessidades especiais. A locomoção foi planejada para atender ao público que necessita de acessibilidade, possuindo: rampas de acesso e elevadores, proporcionando suporte aos pavimentos de todos os prédios do Centro de Convenções de João Pessoa. havendo necessidade, cadeiras de rodas estarão disponíveis aos visitantes no local[13].

Prêmios[editar | editar código-fonte]

O Centro de Convenções de João Pessoa, proporcionou a Paraíba e seu complexo de eventos, a receber, no ano de 2017, em São Paulo a premiação nacional Jacaré de Bronze, como um dos melhores destinos para realização de Congressos e Eventos, na 17ª edição do Prêmio Caio 2017[14].

O principal objetivo do prêmio é incentivar, reconhecer e valorizar o trabalho de profissionais, empresas organizadoras de eventos, prestadores de serviços, hotéis, resorts, centros de convenções, espaços para congressos e destinos para o desempenho sustentável do turismo no País[15].

Referências

  1. «Centro de Convenções de João Pessoa tem 1ª fase inaugurada na PB». G1. 27 de Agosto de 2012. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  2. «Policiais e bombeiros farão a segurança na inauguração do Centro de Convenções». Governo da Paraíba. 24 de agosto de 2012. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  3. «SOBRE O CENTRO». Governo do Estado da Paraíba. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  4. «SOBRE O CENTRO». Governo do Estado da Paraíba. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  5. «PAVILHÃO DE FEIRAS E EXPOSIÇÕES». Governo do Estado da Paraíba. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  6. «PAVILHÃO DE CONGRESSOS E CONVENÇÕES». Governo do Estado da Paraíba. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  7. «PAVILHÃO DE CONGRESSOS E CONVENÇÕES». Governo do Estado da Paraíba. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  8. «João Pessoa ganhará maior teatro do Nordeste e o segundo do Brasil». Paraíba Total. 30 de Julho de 2015. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  9. «Ricardo inaugura teatro e conclui Centro de Convenções». Governo do Estado da Paraíba. 6 de agosto de 2015. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  10. «Entrega do Teatro Pedra do Reino marca aniversário de João Pessoa». G1 Paraíba. 05 de Agosto de 2015. Consultado em 18 de Outubro de 2018  Verifique data em: |data= (ajuda)
  11. «Ricardo entrega teatro do Centro de Convenções nesta quarta-feira». Governo do Estado da Paraíba. 3 de agosto de 2015. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  12. «SUSTENTABILIDADE». Governo do Estado da Paraíba. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  13. «ACESSIBILIDADE». Governo do Estado da Paraíba. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  14. «Centro de Convenções de João Pessoa recebe prêmio nacional como melhor destino para congressos e eventos». Governo do Estado da Paraíba. 13 de dezembro de 2017. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
  15. «Centro de Convenções de João Pessoa recebe prêmio nacional». Portal Correio. 14 de dezembro de 2017. Consultado em 18 de Outubro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre entretenimento é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.