Aeroporto Internacional de Macapá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Macapá
Aeroporto
Aeroporto Internacional Alberto Alcolumbre
IATA: MCP - ICAO: SBMQ
Características
Tipo Público
Administração Infraero
Serve Região de Macapá
Localização Brasil Macapá, Amapá
Inauguração 1974 (44 anos)
Coordenadas 0° 03' 03" N 51° 04' 13" O
Altitude 17 m (56 ft)
Movimento de 2015
Passageiros 327 495 passageiros
Carga 406 410 Kg
Aéreo 2 859 decolagens
Mapa
SBMQ está localizado em: Brasil
SBMQ
Localização do aeroporto no Brasil
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
08 / 26 2 100  m (6 890 ft) Asfalto
Notas
Dados do DECEA[1] e da ANAC[2]

O Aeroporto Internacional de Macapá - Alberto Alcolumbre (IATA: MCPICAO: SBMQ) serve a cidade de Macapá e o estado do Amapá. O aeroporto opera voos para várias cidades brasileiras e tem capacidade para receber aviões de médio porte como Airbus A320, Boeing 737 e Fokker 100. Embora se tenha registro de aeronaves maiores como o Airbus A321. Atualmente o aeroporto é o 35º mais movimentado do Brasil e o 5º da Região Norte.

Estão sendo retomadas as suas obras de ampliação, que elevarão a capacidade de 750 mil de passageiros/ano para 4,5 milhões, e sua inauguração está prevista para o final do ano de 2017.

O Aeroporto Internacional de Macapá – Alberto Alcolumbre, foi projetado pelo arquiteto Michereff. O aeroporto está construído em uma área patrimonial de 12.838.316 m². A edificação do terminal de passageiros possui dois pavimentos, do tipo linear e com uma área construída de 2.913,73 m². No pavimento térreo estão localizadas as seguintes áreas: pré-embarque (check-in), embarque doméstico e internacional, desembarque doméstico e internacional, lanchonetes, órgãos públicos e empresas aéreas. No pavimento superior, está localizado o bloco administrativo da INFRAERO, sala da receita federal e terraço.

A pista de pouso e decolagem mede 2.100m de comprimento e 45m de largura, e duas cabeceiras 08 e 26. A natureza do piso é Asfáltico sendo o seu PCN 48/F/C/X/T. O pátio principal de estacionamento de aeronaves possui uma área de 11.000 m², com pavimentação asfáltica e ilhas de concreto, com 04 posições de estacionamento, onde a maior aeronave que opera é o Boeing 737-800, podendo operar até aeronaves AIRBUS A320 e Embraer E195 . A área para a aviação geral abrange 10.900 m², com capacidade para 12 aeronaves.

Sua importância no contexto local está relacionada à criação da Área de Livre Comércio de Macapá e Santana, regulamentada pela Lei Federal nº 8.387, de 30 de dezembro de 1991 e do Decreto nº 517, de 8 de maio de 1992, possibilitando oportunidades de negócios para a economia do Amapá, principalmente na indústria, comércio e turismo, focada nas relações com a América Central, América do Norte e a Europa, viabilizadas pelas vias de acesso: aéreo e fluvial.

Macapá é um dos pouquíssimos aeroportos onde qualquer pessoa pode livremente entrar e sair do duty free sem ser passageiro, doméstico ou internacional. Tal fato deve-se à Área de Livre Comércio de Macapá e Santana - ALCMS, que trouxe privilégios alfandegários aos dois municípios. Outra franquia também oferecida é a gratuitade universal no estacionamento.

Movimento[3][editar | editar código-fonte]

Ano Movimento (Passageiros) % Rank Nacional
2003 324.170 --- 26
2004 392.775 + 21,1% 25
2005 414.481 + 5,5% 29
2006 480.377 + 15,8% 28
2007 526.570 + 9,6% 26
2008 493.999 - 6,1% 27
2009 456.929 - 4,8% 32
2010 515.316 + 12,7% 32
2011 560.317 - 11,64% 32
2012 573.560 + 73,19% 33
2013 663.524 --- 39
15,69%
2014 718.480 --- 36
12,8%
2015 654.346 - 13% 36
FEV2016 93.324 --- ---

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Publicação Auxiliar de Rotas Aéreas (ROTAER)» (PDF). Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA). 2016. Consultado em 1 de outubro de 2016.. Cópia arquivada (PDF) em 1 de outubro de 2016 
  2. «Dados Estatísticos» (XLSB). Agência Nacional de Aviação Civil. 2015. Consultado em 2 de outubro de 2016.. Cópia arquivada em 2 de outubro de 2016 
  3. «Estatísticas». www.infraero.gov.br. Consultado em 9 de novembro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um aeroporto, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.