Portal:Aviação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Listas · Glossários · Índices · Índice A-Z

  Principal   Categorias e Tópicos   Colaboração e Projetos  
Bem vindos ao
Portal da Aviação

Este portal é parte integrante do Projeto Aviação.
O projeto livre que todos podemos editar.

7282 artigos de aviação em português
16 usuários ativos no projeto

Sugestões para o portal

Artigo destacado Apresentação
Protótipo demonstrador do A350 XWB
O Airbus A350 XWB é uma aeronave widebody bimotor turbofan, desenvolvida e fabricada pela Airbus. O A350 é a primeira aeronave fabricada pela Airbus com fuselagem e asas feitas principalmente com fibra de carbono e polímero. O A350 foi desenvolvido para substituir os Airbus A340, quadrimotores que pararam de ser produzidos em 2011, e competir com o Boeing 777 e 777X.

O A350 foi projetado em 2004, com o layout de fuselagem do A330 e novas características aerodinâmicas e motores. Em 2006, a Airbus redesenhou a aeronave, após críticas de companhias aéreas e a renomeou como A350 XWB (Xtra Wide Body). Os custos de desenvolvimento foram estimados em 11 bilhões de euros (15 bilhões de dólares, ou 9,5 bilhões de libras esterlinas). Até setembro de 2016, a Airbus havia recebido 810 encomendas de 43 companhias aéreas. O primeiro voo foi realizado em 14 junho de 2013, partindo do Aeroporto de Toulouse-Blagnac, França. A certificação da Agência Europeia para a Segurança da Aviação foi recebida em setembro de 2014 e certificação da Administração Federal de Aviação foi recebida em novembro de 2014. Em 15 de janeiro de 2015, o A350 entrou em serviço com a Qatar Airways, cliente de lançamento da aeronave.


Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Google+ Compartilhe via Twitter

Airplane silhouette.svg

Aviação é a atividade científico-tecnológica, econômica e de transportes que tem por objetivo o estudo, o desenvolvimento e a exploração (utilização, com ou sem fins comerciais) dos aeródinos. É comum as pessoas incorretamente associarem "aviação" como sinônimo de aeronáutica, embora na realidade a aviação seja apenas um dos dois ramos da aeronáutica, sendo o outro ramo a aerostação.

O desenvolvimento primordial da aviação teve início no século XVIII, com a construção do primeiro balão de ar quente, um veículo capaz de se deslocar pela atmosfera. Depois, os avanços mais significativos vieram com com George Cayley, que construiu o primeiro aeródino tripulado e fez os primeiros experimentos científicos com aerodinâmica, e posteriormente com os irmãos Wright e Santos Dumont, que são creditados como os pioneiros na construção dos aeroplanos. Desde então, a aviação vem evoluindo significativamente e tornando-se um importante meio de transporte.


Aviation Projects.png
Artigo bom Imagem em destaqueVE
Roald Amundsen
Roald Engelbregt Gravning Amundsen (Borge, 16 de julho de 1872Ártico, perto da Ilha do Urso, 18 de junho de 1928) foi um explorador norueguês das regiões polares, que liderou a primeira expedição a atingir o Polo Sul a 14 de dezembro de 1911 utilizando trenós puxados por cães.

Amundsen nasceu em uma família de proprietários de navio e capitães. Inspirado na leitura das aventuras do explorador inglês John Franklin, que provou a existência da passagem Noroeste, ele se decidiu por uma vida de exploração ao desconhecido. Com 16 anos Amundsen estudava as regiões polares, tendo como referência a travessia da Groenlândia por Fridtjof Nansen. Embora tivesse frequentado o curso de Medicina, Amundsen decidiu seguir uma vida ligada ao mar e à exploração. Em 1897, com 25 anos, fez parte da tripulação do Belgica, como primeiro oficial, na Expedição Antártica Belga, de Adrien de Gerlache. Anos mais tarde, em 1903, parte para uma expedição que iria atravessar a passagem Noroeste, que liga os oceanos Atlântico ao Pacífico, na região norte do Canadá, a bordo do Gjøa.


Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Google+ Compartilhe via Twitter

Biografia da semanaVE Aeronave da semanaVE
Wernher von Braun
Wernher Magnus Maximilian von Braun (Wirsitz, 23 de março de 1912Alexandria, 16 de junho de 1977) foi um engenheiro alemão e uma das principais figuras no desenvolvimento do foguete V-2 na Alemanha Nazista e do foguete Saturno V nos Estados Unidos. Ele foi uma das principais figuras no desenvolvimento de tecnologias de foguetes para a Alemanha Nazista, na qual foi membro do Partido Nazista e das SS.

Um pioneiro e visionário das viagens espaciais, ele é mundialmente conhecido por sua liderança do projeto aerospacial americano durante a Corrida Espacial, tendo trabalhado como projetista chefe do primeiro foguete de grande porte movido a combustível líquido produzido em série, o Aggregat 4, e por liderar o desenvolvimento do foguete Saturno V, que levou os astronautas dos EUA à Lua, em julho de 1969. Sua contraparte e rival, do lado soviético, foi o engenheiro Sergei Korolev.

Peenemünde
Já ao final de 1935, ficava muito claro que as instalações de Kummersdorf eram insuficientes para acomodar a rápida expansão do programa de mísseis. Para testar os mísseis muito maiores que estavam sendo planejados, eles necessitariam de algumas centenas de quilômetros de área de testes. Com essa necessidade em mente, uma área próxima ao Mar Báltico passou a ser seriamente considerada. O Exército e a Força Aérea concordaram em usar a área da ilha de Usedom para esse fim. Entre 1937 e 1945, Wernher von Braun foi o diretor técnico do recém criado centro de pesquisas do Exército de Peenemünde, onde ele liderou o desenvolvimento do míssil Aggregat 4 (A4), um grande foguete movido a combustível líquido. A partir de 1943, esse míssil foi posto em produção, e logo depois das suas primeiras missões sobre Londres, passou a ser conhecido como: Vergeltungswaffe 2 (V-2), ou "Arma de Vingança 2". Esse foi o primeiro míssil terra-terra a combustível líquido operacional do Mundo, contando com sistemas de controle por giroscópio que permitiam estabilizar e controlar o voo de forma automática e autônoma.


Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Google+ Compartilhe via Twitter
Ilyushin Il-2
O Ilyushin Il-2 (Cirílico Илью́шин Ил-2) foi uma aeronave de ataque ao solo (Sturmovik) na Segunda Guerra Mundial, produzido pela extinta União Soviética em grande escala. Em combinação com seu sucessor, o Ilyushin Il-10, um total de 42.330 foram construídos, sendo desta forma a aeronave militar mais produzida de toda a história, estando entre as aeronaves mais produzidas do mundo, junto com o avião civil Cessna 172 e o biplano soviético Polikarpov Po-2, visto algumas vezes lado a lado com o Il-2 nas linhas de frente. O Shturmovik é considerado o melhor avião de ataque ao solo da Segunda Guerra Mundial. Era excelente contra tanques de guerra com sua precisão quando bombardeava em mergulho, além da possibilidade de penetração de seus projéteis na fina blindagem na parte de cima do tanque.

Para os pilotos do Il-2, a aeronave era conhecido como o diminutivo "Ilyusha". Para os soldados em solo, era conhecido como "Corcunda", "Tanque voador" ou ainda "Soldado de infantaria voador". Entretanto, ficou conhecido após a guerra como "Bark". O Il-2 teve participação crucial na Frente Oriental. Joseph Stalin também reconheceu o Il-2 de sua própria e inimitável maneira: quando a produção de uma fábrica em particular estava atrasada em suas entregas, Stalin enviou um telégrafo com palavras duras ao gerente da fábrica, declarando que "Essas aeronaves são tão essenciais para o Exército Vermelho quanto o ar e pão."

Desenvolvimento
A ideia de uma aeronave de ataque ao solo blindada já vinha do começo dos anos 1930, quando Dmitry Pavlovich Grigorovich projetou os biplanos blindados TSh-1 e TSh-2. Entretanto, os motores soviéticos da época não tinham potência suficiente para prover energia suficiente para aeronaves pesadas, para se alcançar uma boa performance. O Il-2 foi projetado por Sergey Ilyushin e sua equipe em 1938. O protótipo, TsKB-55 foi uma aeronave de dois assentos com uma blindagem pesando 700 kg, protegendo a tripulação, o motor, radiadores, e o tanque de combustível.


Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Google+ Compartilhe via Twitter
25 de março na aviaçãoVE Eventos atuaisVE

Ilyushin Il-76

Mais eventos: 24 de março25 de março26 de março


Um Boeing 767 da Delta Air Lines

Vídeo em destaqueVE Sabia que...VE
Créditos: Autor: Robert Scoble Fonte: Flickr - A 3-wire landing

Aterrissagem de um McDonnell Douglas F/A-18 Hornet



Decolagem do voo de Alcock e Brown

... o primeiro voo transatlântico (na imagem) sem escalas da história foi realizado em 1919 em uma versão modificada de um bombardeiro Vickers Vimy da Primeira Guerra Mundial.

... os pneus aeronáuticos duram somente 200 pousos em média, e necessitam serem trocados a cada 16 dias por exemplo em um Boeing 737.

... a turbina é apenas uma das muitas peças que compõem um motor aeronáutico, presente principalmente nos tipos turbofan.

... aeronaves comerciais geralmente não podem manobrar no reverso sozinhas? Para ir para trás no solo elas precisam ser rebocadas por um caminhão chamado push back.

... pilotos costumam cotejar (repetir) as instruções dos controladores no rádio para que ambos verifiquem se as instruções foram plenamente entendidas.

Categorias Colabore
Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com a Aviação na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.

Veja também


Portal A Wikipédia possui o
Portal da Aviação



Portais e projetos relacionados
Aviação em outros projetos Wikimedia
Aviação no Wikinotícias     Aviação no Wikiquote     Aviação no Wikilivros     Aviação no Wikisource     Aviação no Wikcionário     Aviação na Wikiversidade     Aviação no Wikivoyage     Aviação no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
https://pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/Avia%C3%A7%C3%A3oWikinews-logo.png
https://pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/Avia%C3%A7%C3%A3oWikiquote-logo.svg
https://pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/Avia%C3%A7%C3%A3oWikibooks-logo.png
https://pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/Avia%C3%A7%C3%A3oWikisource-logo.svg
https://pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/Avia%C3%A7%C3%A3oWiktionary-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/Avia%C3%A7%C3%A3oWikiversity-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/Avia%C3%A7%C3%A3oWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:Avia%C3%A7%C3%A3oCommons-logo.svg