Portal:Anarquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Listas · Glossários · Índices · Índice A-Z

(Atualizar Conteúdos)
 ver·editar  Portal da Anarquia
Drapeau noir.svg
Anarquismo é uma ideologia política que tem como princípios a luta contra o corporativismo, o monopólio dos meios de produção e o Estado; o anarquismo coletivista também defende a autogestão, baseando-se fundamentalmente em uma crítica da dominação. Os anarquistas defendem uma transformação social fundamentada em estratégias coerentes com seus fins, que deverão permitir a transformação do sistema capitalista e estatista em um sistema socialista e autogestionário.

O anarquismo surgiu na segunda metade do século XIX, a partir da radicalização do mutualismo de Pierre-Joseph Proudhon no seio da Associação Internacional dos Trabalhadores (AIT), durante o final da década de 1860. Entre 1868 e 1894, o anarquismo já havia se desenvolvido significativamente e também havia sido difundido globamente, e exerceu, até 1949, grande influência entre os movimentos operários e revolucionários, embora tenha continuado a exercer influência significativa em diversos movimentos sociais do período pós-guerra até a contemporaneidade, entre fluxos e refluxos.

As posições dos anarquistas são heterogêneas e o anarquismo tem sido marcado por diversos debates e divergências. Os debates mais relevantes se dão em torno da defesa da autogestão e da estratégia. Com base em discussões estratégicas acerca da organização anarquista, das lutas de curto prazo e da violência, estabelecem-se duas correntes do anarquismo: o anarquismo insurrecionário e o anarquismo social ou de massas. O anarquismo insurrecionário afirma que as lutas de curto prazo por reformas e que os movimentos de massa organizados são incompatíveis como anarquismo, dando ênfase à propaganda pelo ato como o principal meio para despertar uma revolta espontânea revolucionária. Já o anarquismo social ou de massas enfatiza a noção de que apenas movimentos de massa podem ser capazes de provocar a transformação social desejada pelos anarquistas, e que tais movimentos, constituídos normalmente por meio de lutas por reformas e questões imediatas, devem contar com a presença dos anarquistas, que devem trabalhar no sentido de radicalizá-los e transformá-los em agentes revolucionários.
Atalho: WP:ANA
Portal:Anarquia/Mutirão Anarquista Wikipediano Portal:Anarquia/Acervo_de_imagens Portal:Anarquia/Citação Portal:Anarquia/Você_sabia Portal:Anarquia/Calendário histórico
Mutirão Anarquista Wikipediano Acervo de Imagens Banco de Citações Banco de Curiosidades Calendário Histórico
 ver·editar Artigo em Destaque
WTO protests in Seattle November 30 1999.jpg
São conhecidas como Batalha de Seattle, Manifestações contra o encontro da OMC em Seattle ou N-30 as manifestações ocorridas em 30 de novembro de 1999 contra a reunião da Organização Mundial do Comércio (OMC), em que entre 40 e 100 mil pessoas — entre as quais ecologistas, anarquistas, trabalhadores sindicalizados, estudantes, pacifistas e humanistas — mobilizaram-se por vários dias, sem declarar terem tido auxílio de qualquer esfera partidária de representação, nas ruas de Seattle até a queda da chamada "Rodada do Milênio".

Os muitos manifestantes envolvidos nos protestos tinham motivações e perspectivas políticas distintas. Enquanto os membros de ONGs e humanistas se contrapunham ao encontro como forma de protestar contra o avanço das políticas neoliberais que consideravam uma ameaça aos direitos humanos e às políticas de saúde, educação e distribuição de renda nos países mais pobre. Na ótica dos ambientalistas as manifestações tinham como objetivo barrar as negociações da OMC chamando atenção para a degradação ambiental resultante das políticas desenvolvimentistas estatais e privadas. Para diversos grupos anarquistas a reunião se mostrou uma ocasião para demonstrar o repúdio ao capitalismo global tanto pelas questões sociais como pelas questões ambientais, através de diferentes formas de ação direta.

A Batalha de Seattle é considerada em certos meios como uma manifestação superior a muitas outras ocorridas nos Estados Unidos da América, perdendo apenas para as manifestações contrárias à Guerra do Vietnã. Os acontecimentos em Seattle obtiveram importância histórica como o marco inicial do movimento pela altermundialização, alternativo à globalização corporativa neoliberal, considerada nociva não só por este movimento.


 ver·editar Imagem do Acervo


Anti-capitalism color-2.jpg
Imagem de autoria de IWW

Cartaz publicado em 1911 pela organização anarco-sindicalista Industrial Workers Of The World mostrando a pirâmide de exploração capitalista.
 ver·editar Citação


J. M. Roberts
Apesar de tudo, a Anarquia foi o mais criativo de todos os períodos da Cultura Japonesa, foi nele em que surgiram as grandes pinturas de paisagem, foi nele que se deu o ápice da habilidade de criar jardins de paisagem e arranjos florais, e nele também surgiu o teatro No.
 ver·editar 26 de maio

Portal:Anarquia/Calendário histórico/26 de maio


Copyleft Pirate symbol.svg

→ Colabore para a ampliação deste calendário traduzindo os dados referentes ao dia 26 de maio do calendário anglófono The Daily Bleed, do calendário francófono L’Ephéméride Anarchiste ou do catalão Anarcoefemèrides.

 ver·editar Sabia que...
Edição de Dezembro de 1906 do Germinal
 ver·editar Listas relacionadas ao Anarquismo
BlackFlagSymbol.svg
Mlacerda.png
CircleN.svg
Map of Russia - Central Black Earth economic region.svg
General-strike.svg
Five Pointed Star Solid.svg
Organizações Biografias Comunidades Por Região Momentos históricos Terminologia
Le Père Peinard - Almanach 1898.jpg
Wikipedia handbók.png
Stealthisfilm.PNG
Bittorrent.png
Jazzstubartwork.png
Periódicos Livros Filmes Sites Músicos
 ver·editar Categorias
 ver·editar Portais relacionados
 ver·editar Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com o Anarquismo na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.


 ver·editar Anarquismo no...