Parafina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Ciência.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde janeiro de 2010.

Parafina
Alerta sobre risco à saúde
Liquid paraffin in beaker.jpg
Identificadores
Número CAS 8002-74-2
Número EINECS 232-315-6
Propriedades
Fórmula molecular CnH2n+2 (n > 20)
Densidade 0.90 g cm-3 [1]
Ponto de fusão

50 - 57 °C [2]

Solubilidade em água insolúvel [2]
Solubilidade insolúvel em etanol [2]
solúvel em benzeno, dissulfeto de carbono, clorofórmio, éter dietílico, óleos [1]
Fundida, ela é miscível com espermacete e gordura[1]
Riscos associados
Ponto de fulgor 199 °C [1]
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

A parafina é um derivado do petróleo descoberto por Carl Reichenbach. Conhecida por sua alta pureza, excelente brilho e odor reduzido, também pode ser usada como combustível. Possui propriedades termoplásticas e de repelência à água e é usada amplamente para a proteção de diversas aplicações, como em embalagens de papelão para a indústria alimentícia e revestimento de queijos e frutas. Por sua propriedades de combustível, é a matéria prima essencial na fabricação de velas. Outras aplicações comuns à parafina incluem cosméticos, giz de cera, adesivos termofusíveis (hot melt), papel carbono, tintas, pinturas etc.

Propriedade físico-ocular[editar | editar código-fonte]

É comumente encontrada com aparência de cera sólida branca, sem odor, sem gosto e com ponto de fusão típico entre 58 °C e 62 °C. É insolúvel em água, porém solúvel em dietil-éter, éter, benzeno e em certos ésteres. A parafina não reage com a maioria dos reagentes químicos mais comuns, mas queima rapidamente.

Parafina líquida[editar | editar código-fonte]

A parafina líquida recebe uma variedade de designações incluindo parafina líquida, óleo de parafina e óleo mineral. É frequentemente utilizada em espectroscopia infravermelha uma vez que possui espectro IR descomplicado. Ela é muito usada na produção de massa corrida e texturas para melhorar a aplicação.

Na saúde e natureza[editar | editar código-fonte]

Como a parafina é constituída de hidrocarbonetos (carbono e hidrogênio) saturados, seu ponto de fulgor é confiável, mas ela pode ser muito inflamável, funcionando com um combustível. Seu ponto a favor é o fato de não ser tóxica, e possuir um grande leque de usos. A parafina também é usada em balões artesanais.

Referências

  1. a b c d «The Dictionary of Substances and Their Effects: O-S» Royal Society of Chemistry [S.l.] 1999. 
  2. a b c «Gardner's commercially important chemicals: synonyms, trade names, and properties» John Wiley and Sons [S.l.] 2005. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um Combustível é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.