Giz de cera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gizes de cera em diversas cores

Giz de cera (português brasileiro) ou lápis de cera (português europeu) é um material escolar, usado principalmente para desenhar, constituído principalmente por parafina, pigmentos e cargas, apresentando uma vasta variedades de cores, graças a mistura de seus corantes.[1]

Técnicas de reformulação do pigmento permitiram aprimorar as cores do giz de cera, sendo assim, artista começaram a utilizá-lo como nova técnica na produção de suas artes.[2]

A invenção do Giz de cera foi atribuída a Nicolas-Jacques Conté, parisiense que desenvolveu uma fórmula de grafite e argila, base para a produção dos lápis modernos.[3][4]

Usos[editar | editar código-fonte]

Muito usados por crianças na sua fase pré-escolar, por seu traço grosso, colorido, e sua facilidade de uso. E em outras ocasiões por sua suavidade nos contornos e por sua característica que fica nos desenhos, e também é usada às vezes para outras coisas, como: escrever; após raspar, utilizar as raspas em trabalhos artísticos e artesanais; etc.

O seu uso é um pouco prejudicado pela facilidade de o giz se quebrar em quedas, e o traço grosso dificulta pequenos detalhes.

Referências

  1. «crayon». Encyclopedia Britannica (em inglês) 
  2. «Crayon» 
  3. «Nicolas Jacques Conte» 
  4. «Crayons» 
Ícone de esboço Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.