Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis e independentes (desde dezembro de 2016). Fontes primárias, ou com conflitos de interesse, não são adequadas para verbetes enciclopédicos. Ajude a incluir referências.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas - APCD é a mais antiga congregação profissional de odontologia no Brasil e conta atualmente com mais de 40 mil associados. A entidade foi criada em 1911, com caráter profissional, educacional e científico, orientada à promoção e valorização da comunidade odontológica. Por iniciativa da APCD foram criadas a Federação Odontológica Latino-Americana (1917) e a Federação Odontológica Brasileira (1918). Possui o Museu do Dentista, com o maior acervo odontológico do Brasil e um dos maiores das Américas[1].

A APCD foi fundada em 1º de abril de 1911 pelo professor Gustavo Pires de Andrade, após tentativas anteriores que resultaram infrutíferas. Em 2011 o centenário da entidade foi celebrado, tendo a história de sua criação sido registrada e publicada em um livro comemorativo[2].

Através de sua Escola de Aperfeiçoamento Profissional, a APCD oferece cursos de graduação e pós-graduação na área de odontologia. A sua Faculdade de Odontologia recebeu a nota máxima do MEC - conceito 5.

A entidade sedia há mais de 50 anos o Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo - CIOSP, um dos maiores congressos de odontologia do mundo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Mutto, Odette (2011). 100 anos de história APCD. São Paulo: APCD. pp. 13–15 
  2. «Site oficial da APCD». Consultado em 21 de dezembro de 2016